quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Notícias Manchester City - 16.08.2017

O dia corria tranquilamente nesse frio inverno carioca, sem muitas notícias sobre o Manchester City, quando de repente começam a pipocar informações de fontes diferentes: Telegraph, BBC, SkySports, Guardian e Goal reportam que há interesse do City em contratar Jonny Evans, atualmente no West Brom. Parei, puxei da memória e lembrei: aquele Jonny Evans ex Manchester United?

Gente, vi poucos jogos do WBA, mas vi bastantes partidas dele na época do United e ele era um bonde, inclusive naquele 6-1 em Old Trafford, ele foi expulso por não conseguir lidar com Balotelli. Não acredito que ele tenha melhorado a ponto de pensar que ele poderia compor o elenco atual do City e ele sendo Home Grown não favorece em nada para ele. Nas regras da Premier League temos 16 estrangeiros com Mangala, Nasri e Bony por exemplo e na UEFA temos 19 com esses mesmos jogadores mais o Zinchenko. (Atualização: para quem não conhece a regra o limite de estrangeiros tanto na UEFA quanto na Premier League é de 17 estrangeiros por time.)

A coisa ainda piora porque o WBA teria recusado £ 18 m por ele e o City poderia chegar a £ 20 m, isso sem contar que o Leicester teve uma proposta de £ 10 m também negada. Na moral, que mercado é esse que aceitaria pagar tudo isso por um jogador que eu acho muito fraco mesmo? A única coisa que pode contar a favor dele é ter experiência de títulos, por exemplo, nesse quesito tem mais que o Stones.

Eu sei que eu queria muito que o City contratasse um zagueiro porque eu acho que os três que atuaram no sábado mais o Tosin é pouco, nem conto mais com o Mangala, só que o time poderia procurar um jogador de nível mais alto e mais jovem também, o Evans terá 30 em janeiro.

Como há muitas fontes que falam sobre o negócio, não me parece apenas especulação. Existe algo mais forte sobre isso, gostaria que fosse o The Sun que tivesse noticiado isso.

O Everton fechou com o Sigurdsson, vamos ver em quanto tempo o Swansea usará parte desse dinheiro para contratar o Bony.

A Inter de Milão está fazendo jogo duro, quer apenas contratar Mangala sem obrigação de compra, como o City quer se livrar do jogador quer que eles se comprometam a contratá-lo em definitivo após esse período de empréstimo.

Brandon Barker pode passar uma temporada por empréstimo no Hibernian, vulgo Hibs, na Escócia, a negociação está muito perto de ser finalizada. Atualmente o time escocês é o terceiro lugar no campeonato com o mesmo número de pontos do primeiro e segundo lugares. O mais incrível que, por enquanto, não é o Celtic na liderança, eles estão na vice.

Barker era tido como um jogador diferente na base do City, mas parece que não está se desenvolvendo. Esteve no NAC Breda na temporada passada, mas contusões o atrapalharam. Ir jogar na Escócia, e ainda em time que não é o Celtic, com mais de 20 anos, me parece que não jogará mais pelo City além daquela partida contra o Chelsea pela Copa da Inglaterra.

terça-feira, 15 de agosto de 2017

Notícias Manchester City - 15.08.2017

O Manchester City foi até a Catalunha para tentar levantar o Troféu Costa Brava, mas acabou derrotado pelo Girona por 1-0 ( não foi marcado por nenhum jogador emprestado do City). Não sei, mas eu acho que o time deverá ficar mais alguns dias na Espanha porque o próximo jogo na Premier League só acontecerá na segunda feira.

Eu não vi o jogo, apenas acompanhei os comentários pelo Twitter e, pelo visto, a coisa não foi muito boa, muitos disseram que o melhor jogador do City na partida foi o Pablo Maffeo, lateral direito que está emprestado ao Girona. O time estava quase todo modificado da partida inicial contra o Brighton, apenas Stones (saiu no intervalo) e Danilo começaram como titulares os dois jogos.

A notícia ruim foi que Mendy parece estar longe de voltar a jogar, ele não ficou no banco hoje. Temos cinco jogos da Premier League e mais jogos da Copa da Liga e Liga dos Campeões até a parada dos jogos FIFA no começo de outubro. Vamos torcer para que ele volte ainda antes dos jogos das seleções nacionais. A boa notícia foi a entrada no segundo tempo de Gundogan, ele jogou uns 20 minutos, acho difícil que fique já nesse jogo contra o Everton no banco, talvez Guardiola queira melhorar o condicionamento físico dele antes de contar com ele em partidas mais duras.

Uma coisa que eu notei nesse amistoso foi que Patrick Roberts e Zinchenko não foram utilizados. Cara, se nem num amistoso desse você tem vez, pede para sair logo, pede para ser vendido antes que a janela feche. Se nesse um ano e pouco que o Guardiola está no comando, esses dois jogadores não impressionaram nos empréstimos e na pré temporada, nada vai mudar a cabeça do treinador. O Roberts quer voltar para o Celtic, deve estar lutando para o City reduzir o valor de venda porque o Celtic não tem tanto dinheiro quanto os clubes ingleses.

Esse jogo serviu basicamente para isso: colocar o time B em campo, deixar o Gundogan correr um pouco e dar um dinheiro para o Girona.

Em outro troféu do dia, o Troféu Checkatrade, o Manchester City sub 21 empatou com o Rotherham por 1-1 e ganhou um ponto extra ao vencer nos pênaltis (modelo ABBA), com isso do time lidera o grupo F, já que não houve o jogo entre Bradford City e Chesterfield ainda. O nosso gol foi marcado aos 94 pelo argentino Benjamin Garré (tinha um caso envolvendo City, Velez, FIFA e o CAS sobre esse jogador, não sei que fim tomou), já quem marcou pelos mandantes foi David Ball, ex promessa do City que foi parar na terceira divisão, ele teve vários problemas de lesão. Agora o próximo jogo será apenas no dia 24/10 contra o Bradford.

O Everton está muito perto de anunciar a contratação de Sigurdisson do Swansea, o que abriria caixa para o time galês investir em Bony. Além de Bony, outro que parece estar perto de sair é Mangala, a Inter de Milão mostrou interesse e o jogador aceitaria ir para a Itália.

Começou a fase de play offs da Liga dos Campeões, as partidas de ida foram realizadas hoje e serão jogadas amanhã também. As definições serão no dia 22 e 23, semana que vem, e o sorteio no dia 24, a partir das 14 horas, como vai ter cerimônia de entrega de melhores jogadores da UEFA, essa parada vai demorar bastante pelo visto.

Já está definido que o City está no pote 2 e no pote 1 estão oito campeões nacionais: Real, Bayern, Chelsea, Juventus, Benfica, Monaco, Spartak de Moscou e Shakhtar Donestk, só não poderemos cair no grupo do campeão inglês.

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Notícias Manchester City - 14.08.2017

O Manchester City viajou até a Catalunha para um período de treinamento e realização de um amistoso contra "El Ciudad del Manchester" (meu espanhol é algo surreal), também conhecido como Girona FC, clube que tem uma relação com o City ainda não bem explicada. O jogo será na terça feira, às 13 horas e poderá ser assistido por quem fizer o registro de graça no site oficial do City.

Acho que muita gente já sabe a minha posição sobre essa "amizade" entre City e Girona, para quem não sabe, eu digo novamente: é bem estranha. Era um time da segunda espanhola, nunca tinha jogada a primeira, na melhor das hipóteses será o terceiro time da Catalunha atrás do Barcelona e Espanyol. Só que uma empresa do irmão do Pep Guardiola, aparentemente, tem um percentual do clube e acaba que muitos jogadores do City vão para lá. 

Uns jogadores emprestados da nossa base como o Pablo Maffeo e o Aleix Garcia, que é válido enviar para empréstimos, outros são contratados e repassados para lá: Douglas, Marlos Moreno e tem um jogador nigeriano que diz que assinou um contrato de 4 anos com City (não foi anunciado) e será emprestado para o Girona, o nome da criança é Olarenwaju Kayode, que era do Austria Vienna. Só com esses três últimos jogadores se gastou mais de 20 milhões de euros, que time da parte debaixo da tabela na Espanha tem esse orçamento? Me parece que é um pagamento por fora, mas vou deixar isso para lá....no momento.

A boa notícia é que Mendy e Gundogan viajaram com o grupo e deverão jogar alguns minutos nesse amistoso que será bem levinho, acho que ninguém no Girona vai querer entrar rasgando em jogador do time principal. Quem viajou também foi o Delph, apareceu até dando instruções para o Mendy. As ausências foram do Walker, motivo não explicado, Nasri, Denayer (não sei porque não resolvem a vida dele logo).

Com a ausência do Walker, será que Danilo vai para o lado direito, Mendy e Sané revezaram na esquerda? Eu até imaginei que o Pep poderia usar o Delph, já que levou, nessa ala em caso de necessidade, mas ele já vem testando o Sané. Acho que rolará muitas experiências, talvez se teste o Mangala no gol, vocês preferem ele ou o Bravo? Quanta maldade nessa frase.

Acabou a primeira rodada da Premier League e o Manchester City se encontra na terceira posição. Mas há um quesito que o time já lidera: o de toques. Com 768 toques contra o Brighton, o City tem 66 toques a mais que o Tottenham, vice líder, só que o time de Londres jogou uma parte do jogo com um a mês porque um jogador do Newcastle foi expulso. O terceiro colocado veio muito atrás, o Arsenal com 632. Vale destacar que o nosso adversário na estreia teve o menor número de passes, 213 nessa rodada.

Dos 20 maiores passadores nessa rodada, 6 são do City, com Otamendi sendo o nosso líder e os três zagueiros entre o top 10. É esse estilo de jogo que Pep gosta, a jogada começando de trás, sem chutões, por isso os três zagueiros precisam ter qualidade e não ficarem afobados com a bola, por isso que eu acho que o Mangala cada vez em menos espaço com o Guardiola no comando. Vamos ver se em algum momento o time deixa essa liderança, acho difícil. Na temporada passada já lideramos como clube e entre jogadores tivemos 30 no top 20.

Passes Individuais (clique para aumentar a imagem)

Passes do Time (clique para aumentar a imagem)

sábado, 12 de agosto de 2017

Estreia vitoriosa.

Foi como todo torcedor do City esperava: jogaríamos no campo do Brighton e tentaríamos sufocá-los desde o início. O sufoco não foi aquele bombardeio, mas o time deles ficou acuado no primeiro tempo todo. No segundo eles tentaram sair e vou o começo da derrota dos mandantes. Com gol de Sergio Aguero e um gol contra à la Oséas, o Manchester City fez 2-0 na sua primeira partida no campeonato inglês.

A única diferença do time que eu achava que seria titular foi a entrada de Fernandinho no lugar do Yaya Touré, com isso tivemos pela primeira vez na história do City quatro brasileiros em campo ao mesmo tempo e o marfinense, como não entrou, ainda não completou a sua partida de número 300 pelo nosso time.

A marcação sobre pressão em cima do Brighton não deixou eles terem a bola e, quando a tinham, precisavam rifar para não perderem perto da entrada da área. Ederson mal era visto em campo. O congestionamento na frente da área deles era total, tivemos que ter muita paciência, para tentar usar os lados do campo como foram feitas jogadas por lá em que Walker cruzou e Aguero está procurando até agora aonde foi parar o pé dele depois daquela furada e o argentino ainda cruzou para Gabriel Jesus cabecear, mas o goleiro australiano fez excelente defesa e negou um gol para ele. Que até teve uma bola na rede, mas deu para ver que o toque decisivo para a bola entrar foi um toque de mão.

Em alguns momentos, aquela paciência que era para termos falhou, eu não entendia porque tentamos lançar muita bola para área da intermediária de ataque. Aguero e Gabriel são baixos para disputar uma bola alta e disputa no corpo com eles olhando para a bola e ainda tentando se proteger acaba favorecendo o adversário. O primeiro tempo acabou em zero a zero, não dava para deixar de lembrar a temporada passada quando martelávamos, só que não conseguíamos os resultados.

No segundo tempo tivemos duas grandes chances antes do primeiro gol. Em jogada individual, onde se aproveitou da falha no recuou do zagueiro, Aguero ficou cara a cara com o goleiro, sem pressão de oponente, entretanto chutou muito mal. No primeiro momento tinha achado que um zagueiro, que tinha se jogado num carrinho, teria desviado, mas nada disso, foi ele mesmo que isolou. Também teve a jogada que Gabriel Jesus marcou um gol, contudo a jogada já tinha sido parada antes quando o bandeira marcou impedimento do careca David Silva. Fiquei em dúvida se estava impedido, não dá para crucificar o bandeira, o lance foi no limite.

O Brighton resolveu sair para o jogo, deu aquele abafa e por pouco não conseguiram tirar o zero do placar quando numa sequência de chutes, a bola finalmente saiu pela linha de fundo. Nessa sequência, teve muita bola alta na nossa área, o Ederson precisa conversar melhor, se entender melhor com a nossa defesa para não batermos cabeça. Quando eles achavam que poderiam conseguir algo coisa melhor que o empate, foi quando De Bruyne roubou a bola no meio de campo com a zaga deles exposta, ele tocou para David Silva que deu um passe na medida para Aguero marcar pela primeira vez na temporada. Aquele suor gelado desaparecia do corpo.

E pouco depois o time conseguiu matar o jogo com uma ajuda do zagueiro que testou brilhantemente contra o próprio gol. Num espaço de 5 minutos, o City colocou 2-0 no placar e pode ficar mais tranquilo para controlar o jogo até o final. Evitar tropeço no começo do campeonato é sempre importante e já tivemos dois postulantes ao título, segundo a imprensa inglesa, deixando pontos pelo caminho na primeira rodada: o Chelsea perdeu em casa e o Liverpool levou o empate nos acréscimos em partida como visitante.

E o troféu rebaixado 2017/18 vai para o Huddersfield que após 8 jogos da primeira rodada é o líder da Premier League. O último a se conseguir a vaga nesse campeonato e o primeiro no momento. Isso não vai dar certo para eles.

Aguero agora marcou contra 30 dos 31 adversários possíveis, está com 170 gols no total da sua carreira no City, a 7 do líder de todos os tempos e com 123 na Premier League, ganhou mais uma posição, é o décimo quinto, empatado com Dwight Yorke.

O City viaja para Espanha para aproveitar o tempo até o próximo jogo oficial, que será na segunda feira dia 21 contra o Everton no Etihad e na terça feira enfrentará o Girona em amistoso, quando Gundogan poderá ganhar alguns minutos em campo. 

Informações da Partida:

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

EPL # 1 - Brighton and Hove Albion Vs Man City

O Manchester City dará o pontapé oficial na sua temporada amanhã quando enfrentará um dos caçulas da Premier League fora de casa, o Brighton and Hove. O jogo será na costa sul da Inglaterra, começará às 13:30, com transmissão dos canais ESPN.

A expectativa é muito grande para ver como Pep Guardiola armará o time nesse primeiro jogo contra um adversário bem desconhecido já que eles tiveram que contratar para manter o status de time de primeira divisão. Durante a pré temporada, nós vimos o time com três zagueiros e dois alas bem agressivos no ataque, Walker e Danilo, que deverá ser titular já que Mendy não estará relacionado para essa partida devido lesão, a mesma coisa ocorre com Gundogan.

O interessante dessa partida é que o Brighton, eu imagino isso, não estará exposto nem querendo se arriscar ao contrário dos times que enfrentamos na pré temporada, porque afinal eram jogos amistosos, sem a pressão do resultado da Premier League e eram adversários que, teoricamente, não ficariam recuados contra nenhum outro, a não ser o United que parece que vai jogar mais uma temporada com o ônibus parado em frente à sua área.

O sistema 3-5-2 acabou por acomodar os nossos dois atacantes com Gabriel Jesus saindo mais da área, acho que nesse primeiro momento Guardiola não abrirá mão deles, sabe da capacidade dele, ainda mais que ele rejuvenesceu o elenco, os laterais são bem mais dinâmicos em relação às últimas temporadas. Acho que a má notícia será dada para Sterling, Sané e Bernardo Silva, eles começarão no banco.

Algo que quero ver amanhã são as jogadas de bola parada a nosso favor, ainda não tivemos nenhum gol ou lance de perigo, mas com três zagueiros altos, acho que esse tipo de jogada poderão ser bem úteis durante todo o jogo, não só no momento do bumba meu boi para tentar melhorar o resultado.

Naquelas brincadeiras de prever qual será a escalação inicial eu iria de Ederson, Kompany, Stones, Otamendi, Walker, Yaya, David Silva, De Bruyne, Danilo, Gabriel e Aguero, com o argentino louco para melhorar as marcas dele e se tornar o maior artilheiro do City de todos os tempos. A minha dúvida seria entre Fernandinho e Yaya, mas, como havia comentado antes, acho que para esses jogos contra times mais fechados, o marfinense ficará com a vaga e se ele entrar em campo completará 300 jogos pelo Manchester City. Se não tivesse a renovação de contrato por uma temporada, ele bateria na trave com 299.

Amanhã acho que nem vamos conseguir avaliar o Ederson, ele tocará muito pouco na bola e quando for acionado será para dar início às jogadas com os pés. Será que ele conseguirá repetir aquela assistência dada ao Aguero na pré temporada? Vou procurar saber qual será a velocidade do vento de amanhã e para que lado estará a favor.

Uma curiosidade para amanhã: podemos ter recorde de brasileiros em campo pelo Manchester City. Eu me lembro da combinação Elano, Robinho e Jô contra o Portsmouth em 2008 (essa foi uma das vezes usada por Mark Hughes) e encontrei que Guardiola colocou em duas ocasiões Fernandinho, Fernando Reges e Gabriel em campo ao mesmo tempo: na vitória no sufoco contra o Swansea com 2 gols de Gabriel Jesus e na também vitória contra o WBA, também teve gol do Gabriel. Quem sabe teremos Ederson, Danilo, Fernandinho e Gabriel Jesus em campo, três já são da seleção.

Falta pouco para a espera terminar, uma pena que o jogo não é o primeiro do sábado, mas pelo menos não é a última partida da rodada.

Atualização: O City divulgou a numeração da temporada e duas mudanças chamaram a atenção, passaram a ser números mais "próximos" do primeiro time: Adarabioyo deixou de ser o 53 e agora jogará com a 24 e o Phil Foden não mais usará a 80 e sim a 47.

Man City Vs Brighton (desde 1992): 



Jogadores Suspensos: Não há.

Jogadores Pendurados: Não há.

Juiz da Partida: Michael Oliver




quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Quanto vale o rebaixamento?

Antes de comentar sobre o tópico do post, segue abaixo meus palpites para o Bolão já que a Premier League começará nessa sexta feira com a partida entre Arsenal e Leicester:



Agora vou tentar explicar o quanto de dinheiro rola no futebol inglês da primeira divisão, já que na segunda a entrada receita é bem menor.

Em final de maio na Inglaterra ocorre o jogo decisivo para decidir a terceira e última vaga para a próxima Premier League, é acho que a alcunha é "o jogo mais valioso do futebol." Isso ocorre porque a quantidade de dinheiro que vencedor receberá pelas próximas três temporadas, mesmo sendo rebaixado, é muita alta. Times de primeira divisão das grandes ligas europeias não devem receber o que o último colocado do futebol inglês receberá nos dois próximos anos, mesmo se jogar a segunda divisão.

Na Inglaterra (no Brasil isso também existe) ocorre o pagamento chamado de Paraquedas (Parachutes) , que é um valor que o time recebe da liga da primeira divisão mesmo com o clube na segunda divisão, com isso o orçamento desse time é muito superior ao da maioria dos seus concorrentes na segundona. Isso levanta aquela questão: é justo esse recebimento, não ficaríamos num círculo vicioso de o time que cai, logo sobe? Para mim é justo sim.

Qual é a análise comum de vermos após a promoção dos times? Olha esse time é bom para se jogar um campeonato de nível inferior, para tentar a evitar a queda na elite do futebol nacional é preciso reforçar com jogadores de mais qualidade, isso custa dinheiro, seja no custo de transferência ou no de salário. E quando se monta um time, você não pode contratar todo o elenco só por aquela temporada porque chega no final de temporada terá contratar mais jogadores para o próximo ano. Mas se esse time não consegue evitar o rebaixamento, a folha estará inchada, a arrecadação é bem menor, há uma grande possibilidade de se atrasar salários e, com isso, perder pontos na classificação, ou seja, se não houvesse o Paraquedas, não seria impossível pensar que um time poderia jogar a primeira divisão e em três anos depois estar na quarta divisão com dívidas absurdas. Com a garantia dessa receita futura, os times estão investindo.

Vamos ver o exemplo de dois dos três times que subiram, o Newcastle é um time mais tradicional na primeira divisão inglesa, está em diferente patamar desses dois: Brighton e Huddersfield. Para avançar de nível e impedir a volta para a segunda logo, logo, eles abriram os cofres. O Brighton, nosso adversário na estreia, contratou 11 jogadores, um time inteiro, e bateu seu recorde de transferência pelo menos três vezes: primeiro com o goleiro australiano do Valencia, Matthew Ryan, por £ 5 m, depois foi a vez do meia holandês do PSV, Davy Propper, por £ 6 m e hoje fechou com o winger colombiano Jose Izquierdo que veio do Brugge da Bélgica por £ 13.5 m. O total desses três deu menos de £ 25 m, o valor do Danilo que chegou para o City.

Já o Huddersfield também quebrou seu recorde algumas vezes primeiro com Laurent Depoitre, belga do Porto, por £ 3.5m, depois Aaron Mooy do City por £ 8 m mais bônus até £ 10 m, Tom Ince, inglês do Derby, por £ 8.5m e  no dia 5 de julho fechou com o atacante de Benin Steve Mounié por £ 11.4 milhões. Esses quatro jogadores custaram menos que Aguero custou em 2011/12! É recorde para eles esses gastos. é dinheiro de pinga para clubes já estabelecidos. Para completar, o Huddersfield contratou até agora 10 jogadores.

Eles estão fazendo esses gastos absurdos para o padrão deles porque sabe que irão receber uma bolada no futuro. Agora eu vou tentar explicar como funciona o contrato de TV para os times que são rebaixados da Premier League. A primeira informação importante é que até hoje, dia 10/08/2017, a Premier League não liberou o manual que rege a edição 2017/18, então usarei da temporada anterior, acredito que não haverá muita diferença entre as edições nesse quesito

Na divisão do dinheiro da Premier League há uma parte que depende da classificação, uma do número de jogos transmitidos para o Reino Unido, uma parte igual para os 20 clubes referentes ao acordo de TV do Reino Unido e uma parte também igual entre os clubes em cima da receita com as TVs ao redor do mundo. É em cima dessas duas últimas contas que se é calculado o pagamento Paraquedas com o limite máximo de três temporadas fora da primeira divisão. 

No primeiro ano o clube rebaixado recebe 55% dessas partes iguais, no segundo fica em 45% e no terceiro cai para 20%. Nesse último se o clube participar apenas é uma temporada da Premier League anterior ao seu rebaixamento, ele fica sem esse dinheiro. É uma situação que poderia atingir os novatos Brighton e Huddersfield.

Os contratos para a transmissão para o Reino Unido são feitos por triênio, esse mega contrato que foi assinado entre Premier League, Sky e BT Sport é válido para o período 2016/17, 2017/18 e 2018/19, eles já pagaram um, vamos entrar no segundo e próxima temporada se encerraria. Mas antes de acabar haverá um novo leilão e, muito possivelmente, o valor será mais alto ainda. Os contratos com as TVs estrangeiras são feitas ao longo do ano e costumam ter a duração de triênio também. 

Fiz algumas projeções no quadro abaixo com os valores recebidos pelos times rebaixados em 2016/17 para se ter uma estimativa de quanto um clube rebaixado poderá arrecadar entre 2017 até o final da temporada 2019/20, quando se deve ter o início de um novo contrato, mais alto, com as TVs britânicas:



Os três times que foram rebaixados em 2014/15 receberam valores com percentuais diferentes dos atuais e com uma subtração de £ 2.3 m por temporada fora da elite, nesse caso só o QPR sofre com isso porque Burnley e Hull já subiram e desceu no caso dos Tigres, que é interessante porque se não subir até 2019/20 poderá receber da Premier League seis valores de TV desde o seu rebaixamento em 2014/15 (£66.6 m) até 2019/20, daria por volta de uns £ 280 milhões.

Se Norwich, Aston Villa, Middlesbrough e Sunderland não subirem em até três temporadas após os seus rebaixamentos poderão contabilizar nos cofres um total de £ 92 milhões, valor menor que o Sunderland recebeu após ser rebaixado em 2016/17.

Para finalizar, vamos supor que os três times rebaixados nessa temporada não subam nas próximas duas e tenham recebido os mesmos valores dos três que caíram em 2016/17, eles receberão mais de £ 160 milhões, isso é por baixo porque em 2019/20 estará valendo um novo contrato de transmissão. 

É por isso que os clubes estão gastando rios de dinheiro na Inglaterra, a galinha dos ovos de ouro por lá é a receita que vêm das TVs inglesas.


O abismo é gigante entre a primeira e a segunda divisões na Inglaterra.

Distribuição TV 2016/17



Pagamentos Paraquedas


segunda-feira, 7 de agosto de 2017

O rejuvenescimento do Manchester City

Uma das maiores críticas que se fazia ao Manchester City na temporada passada era em relação a quantidade de jogadores acima dos 30 anos que havia no elenco. Me parece, não lembro exatamente, a média de idade dos jogadores estava entre as três mais altas da Premier League em 2016/17, isso mesmo após Guardiola investir em jogadores mais jovens como Sané, Stones, Gundongan e Gabriel Jesus, esse última na segunda metade do campeonato.

Para um esquema ofensivo que exigia muito dos laterais, tínhamos um problema já que todos os quatro jogadores disponíveis para essa posição tinham mais de 30 anos. Para essa janela de transferência, Guardiola foi buscar reforços para suas laterais que tivessem gás para tanto defender quanto para atacar. Os quatro da última temporada saíram e chegaram três: Kyle Walker, Danilo e Benjamim Mendy. Não só a troca dos laterais ajudou a diminuir a média de idade, mas contratar um goleiro mais jovem (Ederson) e não renovar o contrato de Willy Caballero também permitiu a queda da média.

Apenas um setor do campo teve aumento médio de idade, mas foi algo irrelevante. No ataque, como a análise foi feita antes da chegada de Gabriel Jesus na última temporada, houve basicamente a troca entre ele e Iheanacho que jogará pelo Leicester. 

O time atual de Guardiola chegará ao final da temporada três anos mais jovem que o time do seu primeiro ano no comando do City. Essa juventude poderá trazer melhores resultados quando começarem a encavalar os jogos e o tempo de recuperação for bem menor. Em 12 jogos entre dezembro e janeiro, o City venceu 6, foram dois empates e 4 derrotas em todas as competições e na Premier League ficou no 4, 1 e 4. Muitos pontos deixados para trás nesse período.

Com essa queda de idade geral mais o esquema de jogo de Guardiola, acredito que teremos um City com menos desgaste no ano. O tempo que ficaremos com a bola vai pressionar muito o adversário enquanto poderemos "descansar" mesmo em campo. Essa temporada promete para o Manchester City.



Algumas informações sobre como foi calculada a média:

- a idade levada em conta é aquela que cada jogador terá no último dia legal da temporada 2017/18, ou seja, 30/06/2018;

- Há alguma dificuldade para se classificar exatamente qual é a posição de um jogador, principalmente de winger, uns chamam de ponta, outros de meio de campo ofensivo, eu preferi classificar como meio de campo mesmo;

- Essa média de idade irá se alterar até a data do fechamento da janela de transferência, vários jogadores devem deixar o City por empréstimo ou em definitivo. São aqueles em negrito abaixo:

Goleiro: Ederson, Claudio Bravo, Daniel Grimshaw e Arijanet Muric;

Laterais: Walker, Danilo e Mendy;

Zagueiro: Kompany, Stones, Otamendi, Adarabioyo, Mangala e Denayer;

Meio de Campo: Yaya Touré, Fernandinho, Gundogan, David Silva, Kevin De Bruyne, Bernardo Silva, Sterling, Sané, Phil Foden, Brahim Diaz, Patrick Roberts, Fabian Delph, Samir Nasri e Oleksandr Zinchenko

Atacantes: Aguero, Gabriel Jesus e Bony.

O elenco do City tem 30 jogadores, se sair mesmo esses sete, o grupo vai ficar curto. Serão 23 com mais 5 jogadores bem jovens, os dois terceiros goleiros, Adarabioyo, Foden e Diaz. Será que chega mais alguém?

domingo, 6 de agosto de 2017

Sergio Aguero e suas marcas.

A nova temporada do Manchester City começa oficialmente no próximo sábado, será a partir dessa partida contra o Brighton & Hove Albion que os números para fins estatísticos iniciarão a contagem e Sergio Aguero tem muito interesse nessa nova temporada: poderá se tornar o maior artilheiro de todos os tempos com a camisa do time azul de Manchester. Essa apenas uma das marcas que ele poderá alcançar.

Rumo ao topo.

No começo da temporada anterior já era claro que Aguero, se mantivesse a sua média de gols, conseguiria chegar ao Top 3 dos maiores artilheiros do Manchester City. Ele era o oitavo colocado com 136 gols, para chegar ao pódio empatado com Colin Bell (153 gols). precisaria repetir a pior temporada, foram 17 gols em 2012/13. Ele fez quase o dobro: 33 gols em todas as competições ( 20 na Premier League, 5 na Liga dos Campeões e na Copa da Inglaterra e 3 na pré Liga dos Campeões).

Com esse número alto de gols, ele tomou a posição do segundo colocado também, Tommy Jonhson (166) e agora está com a prata já que colocou 169 vezes a bola no fundo das redes. O líder "momentâneo" desde 1940 é Eric Brook com 177 gols. Então Aguero tem uma tarefa nem tão árdua na sua sete temporada em Manchester, precisa de apenas 8 gols para empatar e 9 para se tornar líder isolado.

Com a média atual, seriam necessários 12 jogos para fazer 8 gols. O número de jogos é irrelevante porque só um desastre de proporções épicas impedirá dele igualar Eric Brook. Eu acho que esse número já poderia ter sido alcançado se ele soubesse bater pênaltis. Por alto lembro de 3 que ele perdeu ( 2 contra o Steaua pela pré Liga e 1 contra o Everton), deve ter mais por aí.

Por curiosidade, a lista do Top 10 de maiores artilheiros é fechada por dois jogadores com 132 gols (Billie Gillespie e Fred Tilson), o jogador mais próximo que ainda está em atividade é Yaya Touré com 82 gols. Se ele fizer 50 gols, ele fura esse top 10. Acho que o próximo jogador que pode se candidatar a uma vaga é Gabriel Jesus porque ele é novo e fez 7 em 11 partidas na sua temporada de estreia. Ainda tem um longo caminho pela frente, o desafio é gigante.

Top 10 na Premier League.

Sergio Aguero chegou a Premier League mostrando suas credenciais logo no seu jogo de estreia na liga, e no Manchester City. Ele veio do banco na partida da abertura do campeonato 2011/12 quando o City vencia por 1-0 o Swansea no Etihad, em 31 minutos em campo ele marcou duas vezes e terminou aquela campanha com 23 gols, que foi a sua temporada com mais jogos e mais minutos em campo na Premier League até hoje

Por causa de lesões e suspensões, Aguero tem uma média de 30 partidas por campeonato, tivesse menos desses problemas, é certo que ele estaria entre os 15 maiores artilheiros de todos os tempos da Premier League. Atualmente ele está em 16 º lugar a um gol de Dwight Yorke (123 a 122). Mas acho que ele não pensa pequeno, ele quer mais e mais gols.

Há uma chance realista dele entrar no Top 10 porque Teddy Sheringham é o homem a ser alcançado e ele marcou 146 vezes por Nottingham Forest, Tottenham, Man United, Portsmouth e West Ham. Fazer 24 gols ou mais, ele fez em duas temporadas (2014/15, 26 e 2015/16, 24). Eu só fico na dúvida é o seguinte, eu acho que o City fará muitos gols nessa Premier League, acho que pode até bater o recorde de gols do Chelsea, mas acho que haverá muito rodízio, e, se isso acontecer, ele ficará menos tempo em campo para guardar gols. Veremos o quê ele irá aprontar.

Aguero foi apenas o artilheiro máximo de uma Premier League em 2014/15 com os mencionados 26 gols, na temporada seguinte com 24, ele ficou a um gol de Harry Kane. Atualmente ele é o jogador no campeonato inglês que precisa ficar menos tempo em campo para marcar um gol, são 109 minutos entre cada gol, menos de um jogo e meio. Apesar desses números fantásticos, ele nunca foi eleito para a seleção do campeonato, uma vergonha.

Para chegar a ser o maior artilheiro de todos os tempos da Premier League falta mais do dobro para passar Alan Shearer e seus 260 gols, mas ele pode se tornar o líder em três, quem sabe, duas temporadas: marcar mais gols por um único clube. Dentre esses 16 jogadores com mais gols, apenas um fez todos eles por um só clube, Thierry Henry fez 175 gols no campeonato inglês, todos pelo Arsenal.

Tem uma diferença de 54 gols entre o herói do Arsenal e o nosso, se ele ficar mesmo, de verdade, até o final do contrato, que termina em junho de 2020, são mais três temporadas e essa marca do francês cai. É bom ficar de olho nesse quesito.

Para entrar, precisa de 20 ou mais.

Há jogadores que podem ter uma temporada fantástica, marcar muitos gols e ser valorizado, mas sem corresponder nas seguintes. Às vezes o esquema tático do time favoreceu, às vezes uma combinação de fatores externos como o alinhamento do planetas deu aquela ajuda básica para se marcar tantas vezes, mas se você faz isso em temporadas seguidas, você não é apenas um cara de sorte, você é um cara fora de série e isso Aguero é.

Em 2016/17 ele entrou no clube de jogadores que marcou 20 ou mais gols por três temporadas seguidas, feitos só conseguido antes por Shearer, Henry, Ruud van Nilsterooy e Harry Kane (esse último vez isso nas mesmas temporadas que Aguero). Agora os dois dos mais letais atacantes da Premier League lutarão para subir mais um degrau e deixar o holandês para trás.

Eles poderão se juntar ao Alan Shearer com 4 temporadas seguidas com mais de 20 gols e só na temporada seguinte dividir o aposento com Henry que fez entre 2001/02 e 2005/06 mais de duas dezenas de gols em todos os campeonatos ingleses que disputou. Aguero e Kane não disputam diretamente entre eles porque se um conseguir, não impede do outro conseguir, mas como é um atacante inglês, veremos uma ajudinha da mídia local.

E Kane pode roubar a segunda colocação de Aguero no quesito número de partidas para chegar a 100 gols na Premier League. Aguero precisou de 147, Kane tem 78 gols e 116 jogos. Precisaria marcar 22 antes do seu 31 º jogo no campeonato, como ele é o dono do time, tem grandes chances. Dar aquela secada básica nele.

Menos é mais.

Esse quesito é um que Aguero não tem que correr atrás para se tornar líder, mas se proteger dos concorrentes dispostos a lhe roubar o trono. O argentino é o jogador, na história da Premier League, de precisar de menos minutos em campo para marcar mais gol. Normalmente há um detalhe nessa estatística: é preciso que o jogador tenha feito 15 ou 20 gols, depende por quem é feita a análise.

Sergio tem uma média de 109,72 minutos para cada gol marcado no campeonato inglês. Da última vez que um jornal publicou algo atualizado com essa informação mostrava que o vice líder era o Henry com 121,8 minutos. Não tenho esse número para outros clubes, apenas para o Manchester City, mas sei que os possíveis inimigos de Aguero, ele os conhece bem.

Kelechi Iheanacho precisa de 106,50 de diferença entre cada um dos seus 12 gols e Gabriel Jesus, com 7 tentos, demora em média 92,86 minutos, pouco mais de um jogo. Eles ainda não alcançaram a marca de 15 gols, por isso Aguero ainda está aliviado na liderança.

Iheanacho acabou de trocar o City pelo Leicester, então eu acredito que essa média irá piorar muito. A postura do campeão inglês de 2015/16 é totalmente diferente do City, serão menos chances criadas, consequentemente menos chances de marcar gol. Jogando pelo Leicester, o nigeriano terá que aproveitar mais a oportunidades que aparecerem para ele. No City ele aproveitada, só que o número de chances era bem maior. Agora Gabriel Jesus é um ameaça de verdade.

O jogador brasileiro começará a temporada no City, não será como na anterior que chegou em janeiro. Está mais acostumado ao time, que criará muitas chances de gols em cada partida e tem uma questão climática também: nos primeiros meses, a temperatura não estará tão baixa quanto em janeiro.

Essa é uma batalha caseira que espero sinceramente que o Manchester City saia vencedor, acho que não haverá egoísmo entre os nossos jogadores, não me lembro deles negarem passes um para outro. 

Então Sergio, está tudo em suas mãos, poderemos contar com sua quebra de recordes e com o City levantando títulos?

E não se esqueçam de baixar o arquivo com as regras e planilha do Bolão SkyBlues Brasil 2017/18.

Atualização: Esqueci de uma estatística dele.

Quase perfeito.

Sergio Aguero já enfrentou 30 times na Premier League, com a volta do Newcastle à primeira divisão, o time do norte da Inglaterra poderá se proteger de ser ultrapassado pelo Tottenham como o time que mais sofreu gols do argentino: 11 x 10 para os Magpies. E nessa Premier League teremos dois estreantes, o Huddersfield Town e o Brighton and Hove Albion, essa na nossa partida de abertura do campeonato no sábado (está logo ali).

Com a chegada desses dois novos times, Aguero poderá aumentar o número de escalpos na Premier League ( na Copa da Inglaterra, o Huddersfield já buscou duas vezes a bola na rede), já vai ter que cair matando na estreia, sem dar chance ao azar e perder aquele caminhão de gols. Por enquanto o único clube que poder gritar "Aqui não quiridinha" (Mendonça, Rômulo) é o Bolton, que teve o Aguero pela frente e se negou a tomar gol dele. Dos trinta times que tiveram que lidar com Aguero, só o Bolton negou a ele a felicidade máxima ao um atacante.

Estou acompanhando o progresso deles na segunda divisão, na primeira partida perderam em casa para o Leeds United por 3-2. Ainda faltam 45 partidas, confiamos em vocês!

Clica na imagem para ampliar.
Página da Premier League que confirma o estatística sobre o Bolton ser o único a negar um gol a Aguero no campeonato inglês e também como ele fica apenas atrás de Henry na relação gols marcados contra times enfrentados.

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

City 3 - 0 West Ham

Na último jogo antes do início da temporada, o Manchester City enfrentou o West Ham na Islândia e bateu o time de Londres por 3-0, gols de Gabriel Jesus, Aguero e Sterling. O próximo compromisso será na estreia, dia 12 de agosto, contra o Brighton Hove & Albion, no Ammex Stadium. Pelo lado do West Ham, Joe Hart e Pablo Zabaleta foram titulares.

Guardiola novamente montou o time com 3 zagueiros com Kompany pela direita, Stones central e Otamendi na esquerda. A novidade foi Leroy Sané no time titular na ala esquerda com Danilo sendo deslocado para a direita nesse jogo. Acho que foi apenas um teste de Guardiola mesmo, para a estreia acredito que Walker volta e Danilo se desloca para a esquerda como nos EUA.

Foi com Danilo na direita que saiu o primeiro gol do City, logo aos 8 minutos com Gabriel. Ele pressionou a saída de bola e recuperou já na lateral da área adversária, a bola chega em De Bruyne e ele encontra livre de marcação o camisa 33. Essa marcação lá em cima, contra esses times menos habilidosos será uma grande fonte de gols para a gente e "descanso", acho que ficaremos muito tempo com a bola e sufocaremos o oponente até eles não aguentarem mais de exaustão por terem que correr toda hora atrás da gente.

Eu achei que o jogo foi mais lento do que os anteriores, deu até alguns momentos de sono e o City ainda chegou a pressionar com um chute de Aguero que Hart defendeu, mas o segundo saiu só após o intervalo. Como eu imaginei, o treinador deixou mais tempo em campo o time que iniciou a partida e numa tabela rápida entre Sané e Silva, o David, foi a vez do espanhol servir ao Aguero para colocar 2-0 no placar. Depois disso começou o festival de alterações.

Uma dessas substituições foi a entrada de Bernardo Silva, o português fez seu primeiro jogo com a camisa do City, caiu pelo lado direito e criou algumas boas jogadas, numa dessas Sterling cabeceou para excelente defesa do Hart. Ele "perdeu" esse gol, mas já tinha feito o terceiro quando num chute de Phil Foden, a bola foi travada e sobrou para ele mandar de voleio para o fundo das redes do West Ham.

Com muitos jovens em campo, o City teve mais empolgação do que qualidade mesmo, Brahim Diaz, Roberts, Zinchenko, Foden são habilidosos, mas não são nem David Silva ou Kevin De Bruyne. Ainda. Mas tenho certeza que essa pré temporada valeu para eles, agora é tentar lugar por uma vaga no time principal, quem sabe um banco em partidas da Premier League e jogar nas Copas.

Algumas coisas que quero destacar:

- Escanteio a nosso favor. Realmente os três zagueiros vão para à área adversária, no jogo de hoje as mais baixos e rápidos ficaram para defender. Vi várias vezes o Gabriel, o Sané, mais perto da linha do meio de campo. Acho que o único baixinho livre para tentar a sorte nesses momentos foi o Aguero. Acho que não ganhamos bola com os três nesse tipo de lance, mas é algo que vai surgir logo, logo;

- Yaya Touré ou Fernandinho? O meio de campo formado por David Silva e De Bruyne, com os alas, deixa apenas um jogador de características defensivas nessa área, pode ficar uma área exposta por causa da lentidão do Yaya. Enquanto não tivermos Gundogan para entrar na escolha, eu acho que Yaya jogaria em partidas contra times mais fechados, ele é mais jogador que o Fernandinho, isso não é demérito nenhum para o brasileiro, mas em partidas que os adversários não vão apenas se esconder, eu acho que vamos com o Fernandinho para termos mais velocidade e capacidade de proteção;

- Mesmo apenas 300 substituições, Guardiola não abandonou o sistema com 3 zagueiros, quando não tinha um de origem, ele deslocou Fernandinho para ser o central e Foden fez a função do Yaya/Fernandinho. Será que o Pep quer experimentar o garoto nessa área ou foi apenas necessidade? Pode ser interessante com ele buscando a bola de trás e sempre de frente para a defesa do outro time, mas terá que ganhar corpo porque qualquer trombada com ele, vai para o chão;

- Vocês sabem que não gosto do Mangala, mais uma vez ele entrou em campo hoje como zagueiro pela esquerda e ele não sofreu falta no lance do gol anulado do West Ham, já quando estava 3-0. Eu acho que o Ederson (foi muito bem na partida) falhou ali, deu uma bola com o zagueiro de costas para o outro gol, sem saber se tinha alguém perto e o Ayew roubou a bola. O Mangala não é o cara mais técnico do mundo, mas a bola foi dada na fogueira. Pouco depois em lance na outra metade do campo, o Sterling também perdeu a bola porque estava de costas para o gol e algum zagueiro deles chegou por trás. Não é qualquer um que consegue proteger a bola nesses casos;

- No final do jogo, a câmera mostrou o Kompany mostrou com os dedos a formação de três zagueiros para o Adarabioyo, que entrou no segundo tempo. No mínimo o capitão estava tentando passar sua experiência para o novato que ouvia atentamente. Ele é desengonçado, vamos ver se aprende com o Kompany, tira proveito desses ensinamentos.

Agora é esperar que a próxima semana passe um dia. Sei lá, dá vontade de entrar em coma induzido só para acordar pouco antes do jogo.

Transferências.

Depois de Kelechi Iheanacho, foi a vez de Fernando Reges ter sua transferência anunciada pelo Manchester City. Ele jogará no futebol turco, no Galatasaray, após três anos no City com um título, 102 jogos e 4 gols.

Então acredito que faltam agora Mangala, Delph, Nasri e Bony para a lista de saídas estar completa.

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Man City Vs West Ham

Pela estabilidade econômica, eu digo que a ESPN irá transmitir o amistoso entre Manchester City e West Ham na sexta feira, às 11 horas da manhã.

Atualizar para o jogo de amanhã.

Vinte e três jogadores viajaram para a Islândia, a novidade foi a inclusão de Bernardo Silva após suas férias depois de disputar a Copa da Confederações. Claudio Bravo, que também jogou a competição, não viajou pois só voltou a treinar na quarta feira e não seria usado, Pep achou melhor deixá-lo em Manchester para aprimorar a forma física. Mendy, lesionado, não está no bonde dos 23.

Três jogadores que estiveram nos EUA não estão no grupo: Duhaney, Denayer e Nasri. O primeiro foi um lateral direito chamado às pressas para completar o elenco, Denayer ninguém sabe, ninguém viu e o Nasri teve um desconforto no pescoço e pediu para não viajar. Guardiola já avisou que o jogador não deve ficar mesmo, então uma "lesão" dessa não deve agradar muito.

Diaz e Foden foram mantidos com o time principal, assim como Roberts e Zinchenko. Infelizmente Mangala foi conhecer Reykjávik também. Será que é capaz dele ficando, ficando, ficando? Não acho bom jogador e nem é adequado ao estilo de jogo de Guardiola.

O treinador disse que quer manter a pegada dos últimos jogos, provavelmente usará o esquema com três zagueiros e aquela pressão no campo do adversário. Será um jogo onde os times utilizarão por mais tempo jogadores do time principal, deveremos ver o time que iniciará o campeonato.

Em outras notícias, Kelechi Iheanacho se transferiu para o Leicester com uma cláusula de compra de volta por parte do City e o Fernando Reges já foi recebido pela torcida do Galatasaray na Turquia, o anúncio deve estar próximo.