domingo, 21 de maio de 2017

Final de temporada em alta.

O Manchester City venceu o Watford por 5-0 fora de casa e não precisou nem saber quanto estava os jogos do Arsenal e Liverpool para descobrir que já está na fase de grupos da Liga dos Campeões. Os autores dos gols foram Kompany, Aguero (2), Fernandinho e Gabriel Jesus. agora começará aquele período de abstinência que dura quase 3 meses e focar no Campeonato Brasileiro, no meu caso, Vascão que venceu o Bahia por 2-1. Agora só faltam 42 pontos para não cair.

O Watford não quis jogar, já com a vida definida na competição, problema foi deles e Gabriel Jesus quase abriu o marcador quando o zagueiro tirou em cima. Só que com cinco minutos, Kompany escorou livre o escanteio de Kevin De Bruyne para fazer o 1-0. E seguimos tendo chances com Aguero que Gomes insistia em não deixar até que KBD encontrou o argentino livre para entrar na área, ficar cara a cara e mandar para o gol. O belga terminou a Premier League com 18 assistências, três a mais que o segundo lugar. O terceiro gol foi sensacional.

O City tinha um a menos em campo porque Kompany sangrava e precisava fazer o curativo, Yaya recuou para a zaga, mas mesmo com 10 o time saiu jogando e a bola começou com Caballero que tocou para Clichy, esse para Silva que segurou o máximo possível para escolher entre Aguero no meio e Sané na esquerda, preferiu o alemão que chegou na área para cruzar para o nosso camisa 10 marcar o 3-0, seu segundo no jogo, o vigésimo na temporada. Foi a terceira temporada seguida que ele marcar 20 ou mais gols na Premier League e nunca foi escolhido para a seleção do campeonato. Lamentável.

Fernandinho em jogada brasileira com Gabriel Jesus fez o quarto ainda no primeiro tempo. Foi pouco esse placar, mesmo no primeiro tempo. O Watford não forçou em nada, Caballero só foi jogar na segunda etapa, quando fez algumas defesas, mas aí o jogo estava ganho, o City tirou bem o pé do acelerador, apenas forçou um pouquinho para Aguero dar um passe para Gabriel Jesus ganhar do zagueiro e goleiro e colocar o 5-0 no placar. No primeiro tempo um zagueiro tirou, no segundo um tentou, mas não conseguiu.

As alterações começaram a ser realizadas e o Angus Gunn não entrou, mesmo com o 5-0. Vacilo isso do Pep...rs. Agora é construir a próxima temporada em cima desse final, ainda mais que nossos rivais também jogarão a Liga dos Campeões, terão desgastes extras como a gente. O United não está garantido, mas pode ser campeão da Liga Europa e o Arsenal vai jogar a Liga Europa, mas o time de Londres vai arrumar um jeito de se enrolar na temporada que vem.

No final da temporada conseguimos ver que Gabriel Jesus e Aguero podem jogar juntos, uma surpresa muito boa para mim, mas últimas rodadas Sterling foi para o banco, terá três meses para se concentrar para o início de 2017/18 e não se deixar se abater. O ataque está excelente, o foco é total na defesa.

Aparentemente Kompany se livrou das lesões e se conseguir se manter longe dela pela maior parte da temporada, será um ganho absurdo para a gente. Precisamos procurar laterais, direitos e esquerdo, e acho que mais um zagueiro, o Otamendi não é o ideal para mim,  para compor elenco, serve. Ele com Kompany melhoraram a nossa zaga, entretanto se não chegar um fora de série, para mim a dupla é Kompany e Stones.

Interessante foi que Zabaleta não ficou nem no banco. Acho que foi boa essa atitude, fica marcada como sua despedida a partida no Etihad contra o West Brom.

E penso muito para que o Sevilla leve o Navas embora de verdade. Nos poucos minutos em campo, não acertou um cruzamento....triste.

VOTAÇÃO MELHOR EM CAMPO:


INFORMAÇÕES DA PARTIDA:

sábado, 20 de maio de 2017

EPL # 38 - Watford Vs Man City

Com pouca coisa a se definir, entramos na possível última rodada da Premier League. O Manchester City irá até o Vicarage Road enfrentar o Watford no domingo às 11 hora da manhã, todos os jogos serão nesse horário e o nosso e do Liverpool serão transmitidos pelos canais ESPN.

Por que esse é a possível última rodada do campeonato inglês? Porque há a possibilidade de haver um play off extra entre dois dos três times que lutam pelas vagas finais na Liga dos Campeões 2017/18, o Arsenal é o outro time na disputa, aquele com a menor chance de se classificar, depende dos resultados dos jogos dos seus adversários. Vamos ver o que o resultado do City contra o Watford garante e explicando a regra da Premier League para esses casos.

No campeonato inglês quando dois ou mais times empatam em pontos, saldo de gols e gols pró ao final das 38 rodadas e há disputa por título, vaga em competições europeias ou rebaixamento, a decisão será feita por um ou mais jogo extra em local neutro a ser determinado pela Premier League. Esse é o artigo C.17 do manual de regras da competição.

Se o City vencer o Watford não haverá essa possibilidade para a gente, de mais um jogo. Terminaremos em terceiro lugar e com vaga direita na próxima Champions. Se empatarmos apenas o Liverpool conseguirá nos igualar em pontos, o Arsenal tem três pontos atrás da gente, então ficaria de fora dessa briga. E não são empates e vitórias simples que igualariam City e Liverpool em tudo, precisa que o nosso empate seja por três ou mais gols e Liverpool vença o Middlesbrough por uma diferença exata de três gols e que eles marquem o mesmo número de gols que a gente. Isso acontece a todo o momento.

Para o caso de play off contra o Arsenal, pode ser pelo terceiro ou quarto lugar, dependerá do jogo do Liverpool, é preciso que o Watford nos derrote por uma margem de quatro gols de diferença e o Arsenal vença o Everton por uma gol de diferença e que seja um gol a mais que a gente marque em Gomes ou no Pantilimon. Também é outra coisa comum, como político sem caixa 2. 

E no último caso, entre Liverpool e Arsenal, aí jogarão um play off para descobrir que jogará o play off da Liga dos Campeões. Precisa que o Liverpool perca por dois gols de diferença e o Arsenal empate por um gols a mais do número de gols marcado pelo Liverpool na sua derrota (nesse caso mesmo uma derrota do City, não perderíamos o terceiro lugar). Aí é problema deles, quero mais que eles se explodam.

Feito esse resumo, vamos ao jogo. Fora as três contusões de Bravo, Delph e Gundogan, o City não tem problemas para esse jogo. É possível que Guardiola repita a mesma formação do último jogo quando venceu o West Brom em casa, mas se tivesse que apostar eu apostaria que ele fará apenas uma modificação e será na zaga.

No final do jogo, como forma de homenagear ainda mais Zabaleta, Guardiola substituiu Kompany por Stones, para o Zaba receber a faixa de capitão. Não parecia que havia problema com o belga, apesar de um lance no primeiro tempo. Entendo que o treinador gostaria de ter tido a zaga formada por Kompany e Stones durante a temporada, mas por causa do excesso de contusões de Kompany, ele não pode fazer isso. Agora com ele jogando todos os minutos das últimas oito partidas, exceção aos 13 minutos finais do comentado acima, não vejo razão de o porquê não usar esses dois jogadores juntos pensando na próxima temporada e porque o outro jogador é o Otamendi e não morro de amores por ele.

Há alguns aspectos individuais que marcam esse jogo para o City: De Bruyne, Aguero, Zabaleta e Angus Gunn.

De Bruyne pode terminar a temporada como líder em assistências na Premier League com 16 ou mais, dependerá do que fará no jogo de amanhã. As chances dele ser ultrapassado são ridículos: Erikssen, do Tottenham, e Sigurdsson, do Swansea, tem 13 assistências cada. Para empatarem precisarão de um hat trick de assistências e para passar necessitam de 4. Mesmo De Bruyne, o líder, tem média de uma a cada 2 jogos. Acho que já podemos o considerar o vencedor nesse quesito.

Aguero ainda tem chance de ser o artilheiro, precisa de 8 gols para empatar com Harry Kane, coisa fácil, fácil, eu não consigo imaginar disso não acontecer, só se roubarem ele. Se marcar "apenas" duas vezes, será a terceira temporada seguida que anotará 20 ou mais gols na Premier League. Como eu disse anteriormente, esse é um grupo seleto formado por Alan Shearer, Thierry Henry, Ruud van Nistelrooy e Kane, que conseguiu nessa temporada. Aguero é de longe o artilheiro do time na temporada, tem mais que o triplo de gols do segundo (31 x 10 de Sterling). Com Gabriel Jesus no time, não será o único a marcar gols.

Em Vicarage Road, pode ser o último jogo de Zabaleta pelo City de verdade, no meio de semana foi o último em casa. Já foi emocionante a sua despedida, acho que se mesmo que entre nesse jogo, será lembrada a partida contra o WBA como sua saída do clube. São nove anos de excelentes serviços prestados ao clube. Há uma quantidade de jogadores que poderão dar adeus o City amanhã também (Navas, Sagna, Delph, Iheanacho) que não deixarão grandes emoções os torcedores.

Há uma dúvida grande: Yaya continuará ou não? Se fala em um contrato de mais uma ano com redução salarial e menos utilização em campo. Tirando a questão salarial, era algo que eu defendia, acredito que ele possa ser útil ao time e jogadores mais jovens, mas não conseguiria jogar tantos jogos. Para mim seria um cara que viria do banco em muitas partidas e seria o líder para alguns jogadores da base nas copas inglesas.

Para finalizar: Angus Gunn. O jovem goleiro inglês ficou no banco em 9 oportunidades até agora, não fez sua estreia, se o jogo tiver decidido eu quero que Guardiola o coloque em campo, quero ver mais um jogador da base com alguns minutos, mesmo sabendo que serão os únicos minutos dele pelo time profissional do City como muitos que já passaram pelo City nesses últimos anos.

Menos de 24 horas para a Premier League terminar, o City fará isso com sua quarta vitória seguida, garantirá a vaga na fase de grupos da Liga dos Campeões e dando chance ao ANGUS GUNN!

Man City Vs Watford (desde 2005): 7 P, 5 V e 2 E. São cinco vitórias seguidas sobre o adversário, sendo a última por 2-0 em casa. 

Jogadores Pendurados: não há.

Jogadores Suspensos: não há.

Juiz da Partida: Jonathan Moss - 14 P, 10 V, 3 E 1 D. Nessa temporada foram 2 vitórias em casa, sobre Bournemouth e Hull City por 4-0 e 3-1, respectivamente.

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Transmissão Premier League

A temporada do campeonato inglês chegará ao fim no próximo final de semana e há apenas a disputa por vagas na Liga dos Campeões de 2017/18 em jogo e por isso a Skysports utilizará seus dois jogos restantes do pacote adquiridos por eles para transmitir os confrontos que envolve dois dos três times na briga, nesse caso Manchester City e Liverpool.

Essa temporada marca o início do novo triênio (terminará em 2018/19) de direitos de transmissão da Premier League dentro do Reino Unido com valor recorde: em cada uma dessas três temporadas a Skysports pagará £ 1.392 bilhão, a BT Sports £ 320 milhões o que totalizará em três anos o valor de £ 5.136 bilhões e ainda há mais o valor que a BBC paga pelos Melhores Momentos da rodada de £ 68 milhões (£ 204 até 2018/19).

Esses valores recordes impulsionaram custos para contratar elevadíssimos, times ingleses de menor poder de investimento bateram seus recordes de transferências por saber que receberiam ao final da temporada o valor de £ 99 milhões, esse valor é uma estimativa da imprensa inglesa, mas não deve fugir disso, uma boa grana para o Sunderland. Na outra ponta da tabela o Chelsea deverá receber mais de £ 150 milhões. No próximo relatório dos 20 times que mais arrecadam no mundo, deveremos ter uns 12 contra "apenas" 8 atualmente.

Como já foi explicado algumas vezes é assim que se distribui o dinheiro na Inglaterra: direitos comerciais e de transmissão para fora do Reino Unido são divididos 1/20 avos para cada equipe, já os direitos para o Reino Unido ( os valores desse post) são separados da seguinte forma: 50% igualmente, 25% por posição no campeonato e 25% por jogos televisionados.

Com essa divisão por posição, penso que será importante para os times colocarem seus times principais nessa última rodada para garantir mais dinheiro, há alguns casos com United e Everton que os três pontos não mudarão em nada a colocação. Só para dar um exemplo na última distribuição, cada posição valeu £ 1.242.405 milhão, com o contrato novo esse valor irá disparar. O Swansea pode sair do 17º  para o 15º lugar na última rodada com base na última temporada isso seria quase £ 2.5 milhões. Acho que esse valor por posição, se não passar, deverá chegar a muito perto de £ 2 milhões a cada degrau mais alto. Apesar de ser um campeonato que distribui muito bem o dinheiro da TV, ainda há algumas injustiças

Durante a competição temos 380 jogos, mas as TVs inglesas transmitem 168 partidas ( 126 Sky e 42 BT) e sem Pay Per View, os anúncios dos jogos são feitos durante a temporada, acredito que no momento do funil irão passar os jogos que importam, entretanto mesmo assim acaba tendo muito jogo de time que não disputa nada. Na temporada o United apenas em oito rodadas frequentou o Top 5 e teve 28 partidas transmitidas, já o Tottenham ficou de fora do Top 5 nas três primeiras e só, mas teve 25 jogos para a Inglaterra. Isso acaba dando uma distorção na distribuição.

Mesmo na luta pelo título quase até a última rodada e terminando na segunda colocação contra a sexta do United, o Tottenham poderá receber menos que eles. É uma especulação minha, mas faz sentido porque na temporada passada acabamos uma posição atrás do Tottenham, tivemos 4 jogos a mais na TV e levamos £ 1.7 milhão a mais que eles. Essa não é uma injustiça tão grande como no futebol brasileiro, mas eu entendo que há uma erro na repartição do dinheiro.

Abaixo separei a quantidade de jogos para o Reino Unido de cada time, eu queria fazer o quanto eles iriam receber, mas é tarde da noite, tem que cavar muitas informações e na semana seguinte ao final da Premier League eles irão divulgar isso. Quem sabe na próxima temporada eu consiga entregar antes deles isso....rs...



Só para constar eu acho que a ESPN passou todos os jogos do City para o Brasil, na TV, não falo no WatchESPN. Alguém sentiu falta de algum?

terça-feira, 16 de maio de 2017

Quase lá.

O Manchester City venceu o West Brom no Etihad hoje e deu um passe muito importante para se garantir na próxima Liga dos Campeões. Com gols de Gabriel Jesus, Kevin de Bruyne e Yaya Touré, o City fez 3-1 no WBA. Na outra partida da rodada, o Arsenal demorou muito, mas conseguiu vencer o rebaixado Sunderland por 2-0. 

Pessoalmente achava que o Arsenal iria passar o carro por cima deles, mas o saldo de gols deles foi o mesmo que o nosso nas partidas de hoje, com isso há a possibilidade de nos classificarmos para a Champions mesmo com derrota porque temos maior saldo de gols, 36 x 31. Uma derrota simples para o Watford e o Arsenal terá que vencer por 4 ou mais gols o Everton. É uma boa vantagem para essa rodada final.

Os visitantes aguentaram enquanto puderam, mas depois que Gabriel Jesus marcou o primeiro em mai um passe para gol de Kevin De Bruyne na Premier League, a casa caiu para eles porque logo em seguida foi a vez do belga marcar o seu. O jogo era fácil e se Caballero apareceu para fazer alguma coisa foi para pegar uma bola boba na nossa área. O West Brom queria nada com a vida no primeiro tempo, faz tempo eles não tem mais o perigo de rebaixamento.

Guardiola resolveu escalar a dupla Aguero e Gabriel, com Sterling indo para o banco. O brasileiro ficou mais pelo lado direito e o argentino mais centralizado. Bateram bem menos cabeça que quando jogaram juntos contra o Middlesbrough. Com Aguero mais no meio, ele tabelou com Yaya e o gigante africano entrou na área livre para marcar o terceiro gol. Essa foi a deixa para aquele rapazinho chamado Pablo Zabaleta entrar!

Quando ele entrou no lugar de David Silva, o estádio inteiro se levantou para bater palmas para esse nosso ídolo e a cada toque dele o volume aumentava. E a emoção foi ao máximo quando Kompany foi substituído por Stones e entregou a faixa de capitão para Zaba. Quantos aguentaram a não derrubar nenhuma lágrima?

O jogo foi indo, o WBA fez o seu gol, mas o importante era homenagear Zabaleta. Após o apito final ele foi jogado ao ar, fez discurso e saiu do Etihad pela última vez usando a camisa do City por um túnel formado por jogadores e comissão técnica. Isso ainda é pouco homenagem para esse guerreiro.

Ainda tem 90 minutos para se despedir definitivamente da gente, mas vai ser longe da sua casa.

Domingo se decide as últimas vagas para a Liga dos Campeões, jogaremos contra o Watford. 

domingo, 14 de maio de 2017

EPL # 34 - Man City Vs West Bromwich

Em jogo atrasado da 34 ª rodada do campeonato inglês, o Manchester City receberá no Etihad o West Brom, em seu último jogo na temporada em casa. O jogo será na terça feira e contará com a transmissão dos canais ESPN.

A luta por uma das vagas via Premier League para a próxima Liga dos Campeões foi reduzida a três times: City, Liverpool e Arsenal. Todos eles venceram no final de semana e o time de Londres também fará um jogo atrasado nessa terça feira, seu adversário será o já rebaixado e lanterna da competição Sunderland no Emirates. Nada difícil imagina que eles vencerão e podem até fazer um belo saldo de gols, algo que nos obrigará não apenas bater o WBA, mas sem desperdiçar setecentas chances de gols que o City cria no jogo.

O Liverpool é o terceiro colocado e só jogará no final de semana, então ficará secando tanto City quanto o Arsenal na terça. Eles tem 73 pontos e 33 de saldo ( esse 4-0 no West Ham hoje ajudou muito eles), nós temos 72 pontos e 34 de saldo, mas podemos ultrapassá-los se empatarmos, só que aí teríamos que ter a certeza que bateríamos o Watford no domingo por uma bela margem de gols, já que eles enfrentarão o Middlesbrough em casa.

O Arsenal está na pior situação entre os três porque mesmo que vença o Sunderland terá que contar com um tropeço do City para nos passar nessa rodada atrasada, se perdemos pelo placar mínimo, terão que vencer o time dos Black Cats por 4-0 para entrar na última rodada na zona de classificação para a Liga dos Campeões e na última rodada terá o time mais forte pela frente do que os seus concorrentes, será o Everton também em Londres. Apenas a gente jogará a última rodada fora de casa, o que torna cada vez mais importante a vitória contra o WBA.

Há uma possibilidade mínima de garantirmos a vaga na terça, nosso resultado teria que ser melhor do que do Arsenal: se eles perderem, só com o empate a gente e também o Liverpool se classificam. Se eles empatarem, precisaremos vencer e Liverpool e Arsenal que se matem na última rodada para saber qual deles será o quarto representante da Inglaterra na Liga, que pode subir para cinco se o United vencer a Liga Europa. Eles perderam para o Tottenham hoje e não tem chance de ir para a Liga dos Campeões pelo campeonato inglês, mas há essa possibilidade de jogar como campeão da Liga Europa.

O campeão da Liga Europa já jogaria a Liga dos Campeões do ano seguinte, mas como o vencedor da Liga dos Campeões já estará na fase de grupos seja Real Madrid ou Juventus, essa vaga na fase de grupos se abre para o vencedor da segunda competição em importância na Europa. A ida de mais um time inglês não afetará aonde o City, se se classificar no campeonato, entrará na Liga dos Campeões: se for terceiro colocado jogará direto a fase de grupos e se terminar na quarta posição, aquela fase pré Liga dos Campeões como jogamos nessa temporada. Só para constar, como não podemos ficar abaixo do quinto lugar, já temos pelo menos uma vaga na fase de grupos da Liga Europa, seja por essa quinta colocação ou por um eliminação na fase de play offs da Liga dos Campeões (bate três vezes na madeira).

Esse jogo contra o WBA será muito importante para o City não só porque precisamos vencer e fazer uma bom saldo de gols como poderá ser a última vez que Pablo Zabaleta entrará em campo com a camisa azul no Etihad após nove anos defendendo o clube. Foi confirmada a informação que ele, no seu último ano de contrato com a gente, não fará parte do elenco na próxima temporada.

A torcida já preparada uma festa muito grande para o jogador sem saber se o jogador entrará em campo pelo time. Nas últimas 10 partida pelo time, jogou apenas uma vez os 90 minutos e jogou 130 de possíveis 900, Guardiola tem utilizado Navas e Fernandinho na posição do argentino camisa 5 do Manchester City. Se ele jogar, seja como titular ou reserva, acho que se despedirá de Manchester como capitão do time. Ele merece qualquer homenagem que possa receber pelos torcedores, companheiros e clube.

Como nenhum jogador saiu contundido do jogo de sábado contra o Leicester, pode ser que Guardiola repita a formação pela terceira vez seguida, mas fosse eu iria de Aguero ao invés de Gabriel Jesus nesse momento, acho que nesse momento final de campeonato temos que escolher um ou outro para começar como titular e a minha opção é com o Aguero. Fase dele era excelente até a contusão e já está mais acostumado a jogar sozinho no time, Gabriel não foi bem contra o Leicester, um time que marcou muito forte, algo que o WBA de Tony Pullis deve fazer contra a gente.

Apesar de terem vendido caro o título para o Chelsea, o WBA não está bem nessa reta final de temporada, nas últimas sete partidas fez apenas dois pontos e gols, não tomaram nenhum porrada nesses jogos, perderam quatro por 1-0, vai ser difícil vazar essa defesa, como o jogo do Arsenal começará 15 minutos antes podemos ficar ansiosos se não abrirmos o marcador logo.

Espero que possamos dar uma despedida de verdade para Zabaleta com uma vitória maiúscula, todas as honras possíveis e com a vaga na Liga dos Campeões muito bem encaminhada.

Há uma especulação nos jornais sobre Touré, ele teria recebido uma oferta de um ano de contrato com redução salarial, ainda não deu a resposta. Por enquanto não há nenhum tipo de preparação para sua despedida. Outros dois jogadores em últimos dias de contratos também receberam propostas do City: Navas e Tosin Adarabioyo. Nas próximas semanas veremos que fica e quem sai.

Man City Vs WBA (desde 2005): 18 P, 12 V, 3 E e 3 D. No jogo fora de casa vencemos por 4-0, dois gols cada de Aguero e Gundogan.

Jogadores Suspensos: Não há.

Jogadores Pendurados: Não há.

Juiz da Partida: Craig Pawson - 7 P, 2 V, 4 E e 1 D. Ele apitou dois jogos nessa temporada e foram duas "derrotas": para o Liverpool por 1-0 em Anfield e 1-1 para o Arsenal com derrota na prorrogação na Copa da Inglaterra.

sábado, 13 de maio de 2017

Obrigado!

PABLO ZABALETA, MUITO OBRIGADO!!

VOCÊ É  ÚNICO!!


Sempre seja você mesmo. A não ser que possa ser Pablo Zabaleta, aí seja PABLO ZABALETA!!!


Foi no sufoco!

O Manchester City repetiu pela primeira vez o mesmo time titular em duas partidas seguidas nessa temporada, mas não repetiu a atuação brilhante contra o Crystal Palace na rodada anterior e levou muitos sustos do Leicester, mesmo assim venceu por 2-1, gols de David Silva e Gabriel Jesus.

O primeiro tempo foi excelente se compararmos ao segundo tempo nosso, isso não quer dizer que foi bom de verdade. O time teve a bola, trocou muitos passes, mas não havia criado tantas chances contra o gol de Schmeichel até David Silva abrir o marcador em boa jogada de Sané pela esquerda. Esse lance poderia ter sido anulado se o bandeira tivesse visto que Sterling, tentou participar do lance ao chutar, estava pouco a frente do penúltimo marcador, a jogada é bem complicada, para quem tem milésimos de segundo para decidir é complicado para ver que o Sterling estava na frente, mas estava. Dessa vez o trio foi a nosso favor.

O City conseguiu construir em cima dessa gol uma maior pressão sobre o adversário e fez o segundo quando Sané trabalhou a jogada com David Silva e foi derrubado pelo zagueiro na área, não houve nem reclamação. Gabriel Jesus pegou a bola, a colocou na rede para sambar na comemoração. Muito bom ele ter feito o gol, mas sou totalmente contra ele ter batido. O cobrador é o Yaya Touré, se ele quis passar a bola para o brasileiro, beleza, mas é um erro muito grande. O time ainda briga por uma vaga na Liga dos Campeões, precisávamos ter certeza que a bola iria entrar e pelo retrospecto do Yaya na Premier League temos a confiança disso. Eu acho que o treinador tem que chamar a atenção dos dois jogadores.

O Leicester parecia morto com esse placar de 2-0 contra e teremos uma manhã sem preocupações, só que num cruzamento nem tão foda da direita da nossa defesa, Kompany e Otamendi, que escorregou no lance, deixaram Okasaki marcar um belo gol de voleio nos minutos finais do primeiro tempo. Ressuscitamos um morto que nos deu muito trabalho no segundo tempo.

Eles vieram para cima e tornaram o jogo bem mais difícil. Poderiam ter empatado se o Mahrez não tivesse cobrado o pênalti com os dois pés. Como assim?? Na hora que bateu com a esquerda, o pé de apoio tocou na bola em seguida e o juiz anulou corretamente porque o jogador não pode dar dois toques em sequência. Escapamos de uma boa porque a bola tinha entrado. O Caballero saiu do gol que nem um louco e apontou os dois toques, ele pode não ter pego, mas que fez essa defesa nossa, ele fez.

Clichy, que cometeu o pênalti, tomou uma baile de Mahrez quando ele quis jogar ( elogiei na última rodada, deu nisso. Ficarei calado a partir de agora) e Guardiola tentou modificar isso ao colocar Aguero em campo no lugar de Sterling e deslocar o Gabriel para ajudar na marcação, foi a vez do camisa 33 tomar um baile. Isso foi na esquerda da nossa defesa, já na direita Fernandinho e Albright trocaram "carinhos": primeiro o nosso lateral direito deixou o cotovelo na cara do jogador adversário que pouco depois, já sabia que iria sair, entrou no meio do brasileiro e levou o amarelo.

O juiz deu sete minutos de acréscimos e deixou o jogo rolar quase 10 minutos porque houve atendimento depois dos 90 minutos. E aí o Leicester tentou ganhar várias faltas na lateral para lançar a bola na nossa área, nos livramos delas com o coração na boca. Na última dessas faltas, Schmeichel foi para área sem conseguir nada e puxamos o contra ataque, mas Sané quis fazer tudo sozinho ao invés de tocar para Aguero livre na área e perdemos a chance de marcar o terceiro gol.

Importante foi vencer essa partida. Com o mesmo número de jogos do Liverpool, estamos dois pontos a frente e melhor saldo de gols. Nossos três adversários entrarão em campo ainda nesse final de semana e é possível garantir a vaga na Liga dos Campeões se vencermos o West Brom na terça feira, é torcer para o Liverpool não vencer o West Ham amanhã. Se ganharmos do WBA, o United não poderá nos passar, o Arsenal poderia chegar ao mesmo número de pontos, mas está com 8 gols a menos no saldo, então precisamos basicamente secar o Liverpool.

E a Globo.com foi bem ufanista na sua matéria de capa sobre a vitória do City: "Gabriel Jesus deixa Aguero no banco e decide para o City". Gente, realmente isso aconteceu, mas para quem viu o jogo, o Gabriel foi mal hoje, na manchete parece que ele foi o cara do jogo, acho o único chute ao gol foi o lance do pênalti, se realmente tiver sido isso, não era nem para ter um chute porque, repito, era para o Yaya ter batido.

Terça feira tem mais e vamos garantir a vaga na Liga porque quero ver o terceiro goleiro sendo titular na rodada final. Dá-lhe Angus Gunn!!

MELHOR EM CAMPO:


INFORMAÇÕES DA PARTIDA:

sexta-feira, 12 de maio de 2017

EPL # 37 - Man City Vs Leicester

O Manchester City jogará contra o Leicester nesse sábado às 8:30 da manhã no Etihad. A partida terá transmissão pelos canais ESPN.

A Premier League conheceu seu campeão na noite dessa sexta feira quando o Chelsea bateu o West Brom fora de casa por 1-0, ainda há a possibilidade, remotíssima, do Manchester City terminar na segunda colocação do campeonato, mas se o Tottenham vencer o United no domingo, e vamos torcer para isso, a briga fica mesmo pela terceira colocação, que na verdade está nas nossas mãos e não podemos deixar escapar, para isso Guardiola conta com boas notícias para o jogo de amanhã.

Kun Aguero e John Stones voltaram a treinar com o time nos últimos dias e podem estar entre os 18 relacionados para a partida contra o ex atual campeão inglês. Se realmente os dois tiveram condições, vai ser bem interessante como será a escalação do City, eu acho que poderemos ver mais uma vez a dupla Kompany e Stone, algo que foi raro, apenas duas vezes na temporada os dois estiveram mais de 45 minutos juntos em campo, a última há mais de um mês na derrota para o Chelsea.

Acredito que essa teria sido a dupla titular de Guardiola, quando ambos tivessem condições para atuar, muitas vezes o treinador utilizava Kolarov na zaga, atualmente o jogador não é utilizado nem na lateral esquerda, e Otamendi não parece ser o tipo de jogador que Pep gosta, ele joga muito deitado. Não morro de amores pelo argentino, acho que tem disposição e só, faz muito teatro e tem um passe bem ruim. Pode ser que na próxima temporada chegue um zagueiro para ser titular, isso é bem capaz, não dá para confiar que Kompany estará sempre pronto para o jogo, as últimas temporadas mostram isso. Agora no ataque, não acredito que teremos uma dupla.

A única vez que realmente jogaram juntos, Kun e Gabriel Jesus, já que nas outras vezes jogaram apenas poucos minutos, foi contra o Middlesbrough e aquilo não rendeu. Tudo bem que a formação estava bem bizarra naquele dia e não tínhamos o Silva, mas eles não se entenderam muito. Podem me falar: "ah o Aguero deu o passe para o gol do Gabriel Jesus". Foi um cruzamento de uma falta, não foi um jogada entre eles propriamente.

Como eles não foram bem juntos, nesse momento eu não os utilizaria, ainda lutamos por vaga na Champions e perder, principalmente em casa, não é uma opção. Temos que vencer essas três últimas partida, assim não precisaremos depender de ninguém para garantir uma vaga direita na fase de grupos da Liga dos Campeões 2017/18. E se tivesse que escolher, eu iria de Aguero.

Até se contundir nos minutos finais contra o Boro, ele tinha marcado 13 vezes em 15 partidas com gols marcados contra times como Mônaco, Chelsea, Liverpool e Arsenal. Ele não está para brincadeira e nesse dia 13 de maio marca os cinco anos do título conquistado na partida contra o QPR, nada melhor do que comemorar essa data com gol dele.

Não é apenas cinco anos do título como será o trigésimo quarto aniversário de Yaya Touré, uma lenda no City que deve estar nos seus últimos jogos com a camisa 42 dos Skyblues. Jornalistas e o agente mala do jogador dão a entender que não foi oferecido um novo contrato para ele, então assim ele diria adeus na semana que vem, na última rodada, contra o Watford e, com dois jogos em casa, amanhã e na terça contra o WBA, ele se despediria da torcida. Torcida que deverá despesar lágrimas pelo fim de carreira no City de outra lenda: Pablo Zabaleta.

O lateral argentino, que chegou como volante e antes de primeiro de setembro de 2008, não é mais utilizado tanto por Guardiola, muitas vezes mesmo com ele em condições, jogadores foram improvisados na sua posição (Navas e Fernandinho). Se especula que ele queria um contrato de 2 anos e não foi oferecido, não sei se nem um contrato de um ano foi.

É triste para cacete ver esses dois nomes saindo do clube, acredito que estiveram nos seis últimos títulos nossos, mas o tempo não poupa ninguém. Honestamente eu daria um contrato de um ano para o Yaya e deixaria claro para ele que seria um jogador para compor elenco, não mais aquele titular indiscutível de tempos atrás. Infelizmente para Zabaleta, apesar de ser mais jovem que Yaya, o esquema de Guardiola não o deixaria ser titular e ele tem lenha para queimar, o West Ham é um dos times que estaria interessados nele. Caso ele escolha Londres, vocês podem ter certeza será recebido com muito carinho no Etihad e como a Lei do Ex funciona fará gol na gente.

O Leicester mudou muito após a trairagem com o Ranieri, se livrou de rebaixamento e luta para terminar na parte de cima da tabela, está em nono lugar. Eles não contarão com a dupla de zaga titular, Wes Morgan e Robert Huth, maldito que fez dois gols n gente na temporada passada nesse jogo no Etihad. Junta- se a eles o meio de campo Drinkwater.

Na luta pela Champions, apenas a gente jogará em casa. No sábado Arsenal vai até Stoke On Trent, no domingo, dois jogos em Londres: West Ham e Liverpool e depois dessa partida Tottenham e United. Acho que tem tudo para ser nossa rodada.

Vamos para cima do Leicester, conquistar essa vitória, celebrar os cinco anos do título, o aniversário do Yaya, ficar mais perto da Liga dos Campeões e dar um despedida digna para esses monstros que honraram a camisa do Manchester City!

Man City Vs Leicester (desde 2005): 8 P, 4 V, 2 E e 2 D. Nessa temporada derrota por 4-2 num dia que nada deu certo para a gente. E são duas derrotas em sequência para eles.

Jogadores Suspensos: não há.

Jogadores Pendurados: não há.

Juiz da Partida: Robert Madley - 10 P, 8 V e 2 D. Nessa temporada três vitórias na Premier League: 2-1 no Sunderland e no Crystal Palace e 3-0 no Hull. Em 04 de março de 2015 ele apitou a nossa vitória por 2-0 sobre o Leicester no Etihad.

domingo, 7 de maio de 2017

David Silva: 50 gols!

Ontem David Silva comandou o Manchester City no massacre sobre o Crystal Palace, o mago do time abriu o placar logo aos dois minutos e com isso alcançou a marca redonda de 50 gols pelo time que defende desde a temporada 2010/11. Essa é uma marca expressiva com certeza e poderia ser bem maior. 

Fiz uma procura rápida no site da Premier League e desde que chegou ao clube ele já deu 64 passes para gol, assistências, isso apenas no campeonato inglês, então não seria nada de absurdo ele já ter alcançado esse número de gols bem antes, ele é um cara que prefere servir a marcar, bom para a gente e melhor ainda para os atacantes do City.

Como gosto de número, quebrei em situações esses 50 gols, vamos lá:

Por adversário, a maior vítima é o Newcastle com 5 gols sofridos:



Por competição, seria óbvio que no campeonato inglês ele teria o maior número de gols:



Quando ele marca, é quase certo do Manchester City vencer a sua partida:



É raro ele começar no banco pelo City, consequência disso é mais raro ainda ele marcar quando é usado apenas como substituto:



O mais interessante é que um dos gols mais bonito dele, talvez O mais bonito tenha saído dessa quando ele veio do banco, contra o Blackpool em 2010/11 (aquele gol contra o Hull fora de casa em 2013/14 também é espetacular):



Fiquem livre para escolher ou lembra de outro!

VIVA DAVID SILVA! NOSSO MERLIN!

sábado, 6 de maio de 2017

É disso que gostamos!

O Manchester City passou o carro por cima do Crystal Palace! Com uma atuação dominante, o time fez 5 a 0 nos visitantes e se colocou em boa posição na briga por uma das vagas na Liga dos Campeões. David Silva, Kompany, De Bruyne, Sterling e Otamendi marcaram os gols do time, que nesse domingo ficará de olho nos confrontos de Liverpool, United e Arsenal.

Guardiola fez o simples na sua escalação, colocou a parte ofensiva que fez grandes jogos em janeiro e fevereiro com a volta de David Silva e Gabriel Jesus liderando o ataque. Hoje mostrou mais uma vez que talvez a direção do time seja mesmo jogar com apenas um atacante, a atuação mostra isso. Aí ficamos naquela dúvida: quem fica de fora, Gabriel Jesus ou Aguero? Vou usar aquela expressão consagrada, apesar de nunca ter lido o livro ou ter visto o filme: Essa seria A Escolha de Sofia para Guardiola. Hoje, com a contusão de Aguero, Guardiola não teve que fazer essa escolha.

O jogo começou muito bem para a gente. David Silva aproveitou a espanada errada da zaga do Crystal Palace e abriu o placar logo aos dois minutos. O bom que o City insistiu em atacar, não queria dar mole para o Palace chegar ao empate, não conseguímos converter as chances em gol, é bem verdade, mas o time ficou em cima deles o tempo todo. Só levamos um susto quando Benteke conseguiu um cabeceio e Caballero fez excelente defesa que serviu para cornetar o ausente Claudio Bravo: ele pegaria essa bola? Minha aposta que não.

Beleza, saímos do primeiro tempo com uma vitória parcial de 1-0, para qualquer time isso daria um susto, ainda mais se tivesse ficado martelando na primeira metade e nada além de um gol tivesse saído. Aí um belga entrou em ação, um não, foram dois. Kompany se desmarcou do zagueiro e De Bruyne rolou na marca do pênalti para o capitão mandar uma pancada e fazer o 2-0. No post pré jogo comentei sobre o confronto belga que teríamos entre Kompany e Benteke, o nosso belga foi melhor na defesa e ainda contribuiu no ataque. Depois do segundo gol, toma o time no ataque.

Na única participação efetiva para lance de gol hoje, Gabriel Jesus, em posição irregular, rolou a bola para Kevin De Bruyne chutar para fazer o terceiro, o goleiro colaborou nesse lance, mas aí é problema deles. Com 60 minutos, o jogo estava decidido e o City tinha tomado a terceira posição no saldo de gols do Liverpool, ambos estão com o mesmo número de jogos e pontos. Guardiola aproveitou o placar favorável e trocou Silva que vinha de contusão, o espanhol saiu sobre uma chuva de aplausos. O time é outro com ele, quando ele está no seu máximo, ele é um jogador de outro mundo, pena que não recebe o devido respeito, não digo dos torcedores do City porque qualquer um de nós se jogaria na frente de um dos carrinhos criminosos que sofre em todas as partidas para tê-lo sempre 100%. Eu acho que ele não ganha muito destaque da imprensa, de mesmo jogadores, só em 2011/12 ele entrou na seleção da Premier League ( Aguero nem uma vez foi chamado...).

Na partida de hoje foi interessante ver duas coisas: Sterling e Sané começaram no lado invertido que jogaram a maior parte da temporada, o inglês foi para a esquerda e o alemão, direita. Trocaram por pouco tempo na primeira etapa, mas na segunda voltaram as posições originais. Talvez uma tática para confundir os rivais, já que deveriam estar acostumados com outro time de posicionamento. A outra coisa foi o lado que o City atacou no primeiro tempo: saiu matérias que a torcida havia pedido, e conseguido, para o time atacar para o lado Sul ( direita da TV) no segundo tempo, isso não aconteceu. O City manteve o padrão e atacou para o lado Sul no primeiro tempo.

Como a briga pela Liga pode ser decidida no saldo de gols, o time continuou atacando e fez mais dois, dessa vez com Sterling e Otamendi e agora está a quatro gols do Liverpool. Deu tudo certo hoje: time foi bem escalado, jogou muito, defesa segura sem sofre gol e vantagem na briga com o Liverpool. É continuar nessa tocada até o final da temporada.

O melhor em campo, escolhido pelo estádio, foi David Silva, é sempre justo, mas eu acho que deveríamos parabenizar muito a defesa, especialmente Clichy. Sofre muitas críticas de todos nós, mas hoje protegeu bem nosso goleiro e cortou muitos cruzamentos que poderiam causar grandes problemas para nós. Se eu tivesse que escolher, ele seria o homem do jogo hoje.

Algumas estatísticas interessantes para finalizar: foi o quinquagésimo gol de David Silva pelo City. Até que enfim alguém fez mais de 10 gols pelo City nessa temporada, fora o Aguero, foi o décimo gol de Sterling na temporada, só está a 21 de Aguero.

MELHOR EM CAMPO:



INFORMAÇÕES DA PARTIDA: