sábado, 21 de abril de 2018

EPL # 35 - Man City Vs Swansea City

Domingo será a primeira das cinco vezes que o Manchester City entrará em campo como campeão da temporada 2017/18 ainda na temporada 2017/18  e terá como oponente nesse jogo o Swansea City, primeiro time fora da zona do rebaixamento. A partida começará ao meio dia e meia, horário de Brasília, com transmissão dos canais ESPN.

A primeira nota a se destacar para essa partida é que o técnico do Swansea, o português Carlos Carvalhal, avisou que o time fará a "Guarda de Honra" para os campeões, gesto simpático e ele parece ser porque já vi vídeos dele distribuindo comida para os jornalistas galeses nas entrevistas coletivas. Em 20 jogos no comando tem oito vitórias, 4 empates e 4 derrotas, assumiu na lanterna e hoje está 4 pontos fora e com um jogo a mais por fazer, parece que vai conseguir livrar, pena para eles que jogarão com o City amanhã. Viram? Um parágrafo inteiro para falar sobre o nosso adversário porque não tem tanta coisa para falar sobre o City, vai ser assim nessas rodadas finais.

Duas grandes baixas para amanhã serão a ausência de Fernandinho, que cumprirá seu último jogo de suspensão, e Sergio Aguero, ele operou o joelho está fora da temporada, se preparando para a Copa do Mundo. Acho que podemos ter a volta de Mendy ao time, não como titular, mas já como opção no banco de reservas. Há poucos dias ele jogou o primeiro tempo de um Derby da divisão de base, então não seria nenhuma surpresa vê-lo entre os 18 relacionados, mas se começar jogando, aí eu estranharia e bastante.

Nessa reta final o time busca recordes coletivos e individuais. Os coletivos que mais chamam minha atenção são de números de pontos e gols em uma mesma temporada, o de gols é do Chelsea de 2009/10 com 103, em duas das três últimas partidas do campeonato ele marcou 15 gols (sete no Stoke e oito no Wigan, além de um 2-0 fora no Liverpool). Com 93 hoje, o City precisa marcar dois gols por jogo para igualar, a média do time é de quase 3 por partida, como são cinco adversários da metade debaixo da tabela acho que não seria proibido sonhar com a marca de 110 gols.

Fiz uma conta de padaria legal e o resultado chegou a 108 bolas nas redes, exclui os times que estão do segundo ao nono lugar (United, Liverpool, Tottenham, Chelsea, Arsenal, Burnley, Leicester e Everton) e nos 17 confrontos o time fez 51 gols, média exata de 3 por partidas. Como temos 5 partida, são 15 gols então teríamos 108 gols no total. Para deixar claro, essa conta não faz sentido nenhum porque nem sempre foram esses times que ficaram entre essas posições.

Agora uma dúvida: quando a gente ouve que o confronto entre tal time contra adversários no Top 4, por exemplo, a conta leva consideração o meu jogo contra o time que na rodada da partida começou entre os 4 ou isso ocorre no momento da conta, exemplo joguei contra o Liverpool e ele está em oitavo lugar e no final do temporada, top 4, mesmo assim essa partida entra no universo da conta? Para mim, a primeira opção é melhor, porque teoricamente enfrentei um time num melhor momento? Muita divagação inútil.

O recorde de pontos também é do Chelsea com 95 pontos, de 2004/05 e o City tem 87 no momento, precisa de apenas 3 vitórias, jogará contra Swansea, Huddersfield e Brighton em casa, essa marca parece ser mais fácil de ser batida do que a do gols, que já está bem fácil de virar história. Com cinco jogos para terminar o campeonato o Chelsea 04/05 tinha 82 pontos e fez 13 nas cinco rodadas finais, foi quase perfeito, perdeu pontos apenas na última rodada, fora de casa, para o Newcastle, empate em 1-1. Além dessas duas coletivas, tem outras, mas eu vou usá-las para os próximos posts de pré jogo, é preciso encher linguiça.

No aspecto coletivo tem um recorde e uma competição ainda. Ederson não foi escolhido para o time da temporada pelos jogadores, perdeu para o De Gea, mas não acho que o espanhol não mereceu, não fosse ele, talvez a Liga dos Campeões poderia estar a perigo. Os dois goleiros de Manchester estão na briga por partidas sem tomar gol, com o goleiro do United bem a frente com 17 contra 14 do nosso camisa 31. Esta difícil, vejamos o quê acontece na defesa do Mourinho nas próximas rodadas.

O recorde individual, como já informo há algumas semanas, é de assistência e Kevin De Bruyne é o cara que luta para igualar ou quebrar a marca de Thierry Henry em 2002/03 com 20 passes para gol. O belga tem 15 e seus seguidores mais perto são seus companheiros Leroy Sané com 12 e David Silva com 11. O negócio é esses dois serem bonzinhos e deixarem o bola no pé do De Bruyne para ele servir os companheiros, também é importante que os companheiros coloquem a bola na rede. Estão lendo isso Gabriel Jesus, Sterling e Sané?? Não quero ninguém perdendo gol ainda mais se a bola vier do De Bruyne.

Amanhã também acontecerá a entrega do melhor jogador da temporada escolhido pelos jogadores, a festa acontecerá em Londres às 17:30 (Brasil). Dá tempo de De Bruyne  e Sané pegarem um avião, colocarem um terno elegante e ficarem na expectativa de levantarem mais esse troféu.

E o outro assunto que interessa até o final do campeonato é saber quem ganhará medalha da Premier League. Lukas Nmecha e Tom Dele-Bashiru, que jogaram nessa temporada no time principal, não jogarão amanhã porque estavam ontem na Suiça defendendo o time na semi final da Liga dos Campeões para jovens. Tosin Adarabioyo se não ficar nem no banco amanhã, não terá mais como jogar cinco partidas. Mendy precisa de apenas uma e Foden e Diaz, mais duas partidas, cada, com certeza os três conseguirão.

Então é isso. Amanhã se começa o fim de uma temporada já de olho na defesa do título em 2018/19.

Liga dos Campeões para Jovens.

O Manchester City perdeu por 5-4 para o Barcelona e não jogará a final da competição. Jogo foi movimentado, mas a defesa do time e o seu goleiro foram mal demais. Olhem os gols e vejam a moleza que foi marcar contra a gente. O ponta suiço Lorenzo Gonzalez foi expulso de maneira imbecil. Joel Latibeaudiere, Lukas Nemcha (2) e Rabbi Matondo marcaram os gols.

L Nmecha teve a chance de fazer o 3-2, depois de ficarmos por duas vezes trás no placar, mas o goleiro do Barcelona salvou lindamente aquela bola, que bateu na trave. Pelos lances que eu vi na temporada, o time precisa melhorar muito, talvez os técnicos da base não sejam bons suficientes para comandar a evolução desses jogadores.

Liga dos Campeões Feminina.

No domingo antes da partida contra o Swansea, o time feminino jogará no estádio da Academia contra o Lyon. A partida vale pelo jogo de ida das semi finais da competição. O time francês é o atual campeão e muito forte, é o time que mais detém taças do Liga dos Campeões, são quatro junto o Frankfurt da Alemanha.

Bem que a torcida poderia chegar mais cedo e encher o estádio, ainda mais que há partes para os torcedores ficarem de pé, colocar pressão no time adversário.

A outra semi é entre Chelsea e Wolfsburg.

Man City Vs Swansea (desde 1992):



Jogadores suspensos: Fernandinho (último jogo)

Jogadores pendurados: não há.

Juiz da partida: Craig Pawson. Nessa temporada apitou 4 partidas nossa, 4 vitórias: 7-2 no Stoke, 2-1 no Huddersfield e 4-1 no Tottenham, pela Premier League, e na final da Copa da Liga 3-0 no Arsenal do Wenger em sua última final pelo clube.

quinta-feira, 19 de abril de 2018

Liga dos Campeões para Jovens

Amanhã ao meio dia, horário de Brasília, o Manchester City fará a semi final contra o Barcelona na segunda partida do dia da Liga dos Campeões para Jovens. Os vencedores das partidas farão a final no dia 23 de abril, segunda feira. A outra semi final é em Porto e Chelsea.

Foden e Diaz não poderão jogar por terem atuado em três partidas da Liga dos Campeões.

O jogo poderá ser acompanhado de graça pelo canal da UEFA no Youtube.

Man. City vs. Barcelona: UEFA Youth League LIVE!

https://www.youtube.com/user/UEFA

Atualização: escalação para o jogo contra o Barcelona:

Grimshaw, Garcia, Latibeaudiere, Francis, Pozo, Dele-Bashiru, Gonzalez, Felix Nmecha, Lukas Nmecha, Poveda e Bolton.

Banco: Sokol, Duhaney, Wilson, Diallo, Doyle, Garre e Matondo.

Três dos 18 já foram relacionados para o time principal (Duhaney, Lukas Nmecha e Dele Bashiru), os dois últimos fizeram suas estreias contra o Leicester na Copa da Liga.

Pelo visto, o Lukas não vai conseguir ter sua medalha de campeão da EPL...rs, quem sabe a da UYL esteja vindo.

Chelsea é um dos finalistas ao ganhar nos pênaltis por 5-4 ( 2 a 2 no tempo normal).

quarta-feira, 18 de abril de 2018

Seleção da Premier League 2017/18

Com o domínio do Manchester City na atual edição da Premier League não é surpresa alguma o time ter cinco jogadores (Walker, Otamendi, De Bruyne, D Silva e ....) na lista da seleção ideal do campeonato em votação feita pelos jogadores e a grande novidade foi a presença de Sergio Aguero após sete temporada no campeonato inglês, essa é a primeira vez que o argentino foi escolhido. Eu acho que é a primeira vez que o esquema tático é um 4-3-3, talvez fosse o tradicional 4-4-2, Aguero continuasse de fora da seleção.

Claro que gostaria que tivéssemos onze jogadores do City nesse time, mas não rolou, desse vez. Fernandinho e Sané teriam vaga sim, acho que o brasileiro foi mais importante que David Silva nessa temporada, por exemplo. Mas nome e posição contam muito nesse tipo de votação. Dos seis jogadores que concorrem ao prêmio de melhor jogador, apenas Sané ficou de fora do time ideal, acho estranho isso.

A escolha do melhor do campeonato será anunciada no dia 22 de abril, esse domingo agora, em Londres. Não sei se acontece nessa votação, mas no prêmio da FIFA se costuma divulgar os votos, não sei se mostrarão de todos os jogadores, mas pelo menos a quantidade que cada um recebeu. Do City concorrem além de Sané, De Bruyne e David Silva.

Seria bem interessante o melhor time do campeonato e campeão ter o melhor jogador da temporada.


terça-feira, 17 de abril de 2018

Aguero de molho.

O atacante Sergio Aguero usou sua conta no twitter para informar que fez uma cirurgia no joelho, com isso deverá perder as cinco partidas finais da temporada. O procedimento foi realizado com o médico Dr Cugat, o mesmo que sempre atua nos casos do Guardiola, então isso me leva a crer que o treinador está consciente de ocorrido.



Como escrevi ontem, os jogadores já estão pensando na Rússia, o prazo de volta do Aguero é de um mês, então deve estar pronto para a preparação da seleção argentina. E essa operação sendo realizada agora também é bom para o City porque ele estará pronto para o começo da próxima temporada, essa lesão no joelho não é algo que deverá nos preocupar.

Não será nessa temporada que ele marcará o ducentésimo gol, desde que fez o gol de número 199 na decisão contra o Arsenal na Copa da Liga, ele jogou mais quatro vezes e não foi às redes. Com ele fora em definitivo Gabriel Jesus irá liderar o ataque do Manchester City e eu acredito que os jovens Brahim Diaz e Lukas Nmecha ganharão alguns minutos nessa reta.

Lembrar que o Aguero teve um problema no joelho, voltou contra o United, sofreu um carrinho criminoso do Young na altura do joelho, que o juiz, além de ignorar o pênalti, deixou a partida correr e no lance seguinte o tempo fechou. Fernandinho foi suspenso por acúmulo de cartões amarelo nesse momento.

Será que mais quantos jogadores do City irão passar por procedimentos médicos nos próximos dias?

segunda-feira, 16 de abril de 2018

E agora?

O Manchester City conquistou o título no último final de semana ao vencer o Tottenham por 3-1 em Londres e com o United sendo derrotado pelo lanterna West Brom em casa no domingo. Nas últimas duas conquistas de campeonato inglês, nós, torcedores do City, tivemos que esperar até o apito final da rodada derradeira para gritar é campeão, então a pergunta do título do post faz muito sentido: E agora?

Vamos ser realistas, o time tem recordes coletivos e individuais para quebrar ainda nessa temporada, mas nenhum deles fará o torcedor gritar de emoção como o grito de "É campeão!". É legal bater recordes porque eles são um adicional ao título, ninguém vai na rua tirar onda porque teve o melhor ataque da história se o time for o segundo colocado. O time terá cinco jogos pela frente e, com muita certeza, vários jogadores estão com a cabeça na Rússia, pessoalmente acho que o Guardiola também deve estar.

Na minha opinião o Guardiola vai poupar seus jogadores também nessa reta final com jogos insignificantes, ele irá descansar os caras mental e fisicamente. Após o jogo contra o Tottenham, ele já havia liberado os atletas para voltarem aos treinamentos somente na quarta feira, isso com a expectativa zero do United conseguir ser batido pelo West Brom, desde a derrota o pensamento deve ser outro.

Por que eu acho que o Guardiola tem que poupar? Imaginem que o Roberto Martinez, técnico da Bélgica, está com a seleção num quarta de final, vai colocar sua força máxima em campo, mesmo que, por ex, Kompany e De Bruyne estejam a um passo de estourar um músculo. O cara está num torneio de um mês, não tem como se recuperar, se perder a partir das oitavas, não tem jogo de volta daqui a duas semanas. Assim como o Guardiola pensa exclusivamente no City, os técnicos das seleções não ficarão com peninha de jogador para não criar mal estar com seus "colegas" nos clubes. E isso pode ser prejudicial para a nossa temporada de defesa do título, o City ainda não conquistou um bi campeonato.

Por isso eu entendo que nesse pouco menos de um mês para o final do campeonato, o time deveria entrar mais mesclado em campo e colocar em mais jogos atletas que não deverão ir a Copa como Yaya, Delph, Laporte e alguns da base, descansaria esse pessoal que colecionará matrioskas em junho e julho. Acredito que o David Silva com essa situação do filho dele, deve jogar ou aparecer em duas partidas, nesse domingo contra o Swansea, uma partida de festa extra oficial, e na última partida em casa contra o Hudderslfield no dia 06, que segundo a Skysports será a partida da entrega da taça. 

O chato do City ter ganho tão antecipadamente o título é que time só voltará a jogar de verdade mesmo no final de semana do dia 11 de agosto, no dia 5 de agosto o time decidirá a Supercopa da Inglaterra com o adversário sendo um dos quatro semi finalistas dessa edição da Copa da Inglaterra (Chelsea, Utd, Tottenham e Southmapton), mas não é bem futebol de verdade esse jogo, é só para ter uma festa para a abertura da temporada inglesa. São quatro meses sem futebol competitivo desse City magistral do Guardiola.

Alguns jogos da pré temporada foram anunciados, nada oficialmente ainda, mas segundo a notícia o Manchester City participará mais uma vez do Torneio Internacional dos Campeões e as partidas seriam no 20 de julho contra o Dortmund em Chicago, dia 25 diante do Liverpool em Nova Jérsei e 28 enfrentará o Bayern em Miami. O primeiro jogo será cinco dias depois da final da Copa do Mundo, então vocês imaginam que será um catadão para essa partida. Teremos tipos com Pablo Maffeo, Angus Gunn, Bersant Celina, Manu Garcia e etc.

No começo dessa temporada o time fez quatro partidas na pré temporada, como a Supercopa ocupará uma data, acho pouco provável que ocorrerá outro amistoso entre a partida contra o Bayern e a Supercopa.

Então é isso gente. Temporada acabou no domingo, vamos começar a arrumar a bagunça e daqui a quatro meses o bicho volta a pegar.

Atualização:

Confirmada as datas dos jogos amistosos nos EUA:


domingo, 15 de abril de 2018

Liga dos Campeões 2018/19

Não sei se já falei ou vocês perceberam, mas o Manchester City será pela primeira vez do pote 1 no sorteio da fase de grupos da Liga dos Campeões com isso evitará o Bayern e deverá evitar Barcelona, Juventus e PSG na primeira fase.

No pote 2 deveremos ter os times ingleses, United e Tottenham, o Liverpool ainda depende se vencerá ou não a Liga dos Campeões, caso sim, ficarão no pote 1. Isso também pode acontecer com Real e Roma, que não deverão conquistar suas ligas nacionais.

É campeão!

Caralho! Pqp! Vai tomar no cú! Eu vim almoçar na rua pq não espera vitória do  WBA. Mas pqp , é campeão!!

O United conseguiu a proeza. MEU DEUS!

Recordes 2017/18

O título da Premier League 2017/18 está ali na esquina, pode ser contra o Swansea na próxima rodada, mas há algumas marcas que o City poderá alcançar até o final dessa temporada do campeonato inglês:

- o recorde de gols em uma só temporada é de 103 do Chelsea, o City está com 93 e temos 5 jogos por fazer (3 em casa e dois fora) sem grandes oponentes, nenhum desses cinco times está na metade de cima da tabela e ainda se livrou matematicamente do rebaixamento. A nossa média de gols é de 2,8, bem acima de 2 gols por jogo que precisaríamos para empatar, dá para passar sem ter feito o último jogo contra o Southampton;

- Com 28 vitórias na atual edição, o City precisaria de mais duas para empatar o recorde de 30 do Chelsea da temporada passada. Sem pestanejar, dá para chegar a 33 e manter uma marca dessa por décadas;

- A melhor marca para saldo de gols é do Chelsea de 2009/10 com 71, o City tem 68 e com grande chance de vencer as 5 partidas restantes, a pior marca seria 73. Ainda é possível passar com apenas uma vitória, ganha por 8-0 e perde pela diferença mínima, chegaria aos 72 gols. Essa marca vai chegar graças ao ataque porque a melhor defesa é de 15 gols, nós já temos 25;

- Se o City marcar 5 gols em cada um desses cinco jogos empatará o número de gols marcados em casa (68 Chelsea 09/10, temos 53) e fora (48 Liverpool 13/14 (vice campeões!), temos 38). É, é bem possível disso acontecer;

- O maior número de pontos em uma temporada é do Chelsea com 95 em 2004/05, com 87 pontos hoje o City precisaria de 3 vitórias em cinco partidas para ultrapassar essa marca. Como falei são cinco adversários completamente vencíveis, para ser o primeiro clube a fazer 100 ou mais pontos só poderá empatar um até o final da temporada;

- Um recorde individual que pode ser alcançado é o de assistência do Kevin De Bruyne, ele precisa de 5 para empatar com as 20 do Thierry Henry em 2002/03. Nas duas últimas partidas ele não foi garçom de ninguém, mas com a chance do time conseguir marcar mais gols devido a qualidade dos adversários, essa marca é completamente alcançável;

- A Premier League distribui 40 medalhas para o time campeão e um jogador é considerado campeão, fazer parte do elenco, quando participa de no mínimo 5 partidas. Do elenco dessa temporada, 20 jogadores já tem a sua medalha (isso contando o Mangala porque na Copa da Liga o clube fez o correto e o enviou uma medalha, não acho que fará diferente com a Premier League). São eles: Kevin De Bruyne, Ederson, Otamendi, Bernardo, Walker, Fernandinho, Sterling, Sané, D Silva, Gundogan, Aguero, Jesus, Danilo, Delph, Stones, Kompany, Mangala, Zinchenko, Touré e Laporte;

- Mendy tem 4 partidas, Foden e Diaz, três cada um e Claudio Bravo uma, mas eu acho que o goleiro ganha uma medalha mesmo não tendo jogado cinco, por razões óbvias. Independente disso, esses quatro atletas ainda tem condições de conquistarem as suas medalhas no campo, ainda mais que quando assegurar o título, eu acho que o Guardiola vai "esquecer" os recordes e começar a poupar os jogadores porque terá Copa do Mundo, nenhuma técnico de seleção vai pensar em descansar jogador num torneio tão curto e isso pode atrapalhar a próxima temporada;

- Três jogadores participaram de jogos nessa temporada, mas não jogaram pela Premier League: Tosin Adarabioyo, Lukas Nmecha e Tom Dele Bashiru. Para eles terem chance de medalhas terão que participar de todos os jogos restantes, se não ficarem no banco contra o Swansea, dirão tchau- tchau para colocar o título da Premier League no currículo nessa temporada . Os dois primeiros têm até uma leve chance de conquistar, eu achava que  Nmecha ficaria ao menos no banco ontem por não termos atacante, mas acho mais provável na temporada seguinte, se ficarem no clube.

- E para não passar desapercebido, o Burnley está muito perto de jogar a Liga Europa em 2018/19. Atualmente em sétimo lugar, o time da cidade homônima está na espera dos finalistas da Copa da Inglaterra, precisa que o Southampton não vá para a final, as semi acontecerão no próximo final de semana e o clube do sul, na luta para não cair, jogará contra o Chelsea que venceu o confronto entre os dois times na última rodada.

Se a final for composta por times com vagas já asseguradas em competições europeias, abre-se a vaga para o sexto colocado, como a vitória do City na Copa da Liga fez, então abriria uma vaga extra para o sétimo. O time está nove pontos a frente do Leicester e dois atrás do Arsenal, mas com o Arsenal jogando nesse momento. 

A última vez que o Burnley participou de competições europeias foi em 1966/67, na Taças das Cidades com Feiras (?) e caiu para o Eintracht Frankfurt ao empatar for por 1-1 e perder em casa por 2-1, isso nas quartas de final. No caminho eliminou o Napoli. 

Se for o sétimo ( há a possibilidade de ser sexto ainda) jogaria a segunda fase de classificação e o que salvaria eles, se isso ainda for utilizado, é o coeficiente de pontos da Inglaterra, o Burnley deve ter zero pontos, com isso deve ser cabeça de chave nessa fase e pegaria um time de um país com menos força no futebol moderno. Essa fase aconteceria 11 dias depois do final da Copa do Mundo, será que tem algum jogador do Burnley em seleção que pode ir longe?

Nesse final de semana eles bateram um adversário direto nessa briga, o Leicester, por 2-1, agora enfrentarão o Chelsea na quinta em casa, talvez o time de Londres pense mais na Copa da Inglaterra porque a vaga na Liga dos Campeões está distante, sete pontos atrás do quarto colocado, Stoke (f), Brighton (c), Arsenal (f- pode ser um confronto direto?) e Bournemouth na última rodada em casa.

Desculpe-me por alongar sobre um assunto não relacionado ao Manchester City, mas eu, por causa da nostalgia de um City de não muito tempo, estou na torcida forte por eles.

sábado, 14 de abril de 2018

Swansea entre o City e o título.

Depois de umas semanas amargurantes, o Manchester City voltou a colocar os três pontos na bagagem e bateu o Tottenham fora de casa por 3-1 (Gabriel, Gundogan e Sterling) para agora precisar de apenas uma vitória sobre o Swansea em casa no próximo domingo para garantir o segundo título na temporada.

O começo do City foi arrasador, mas sem gols após quatro chances que incluiu um chutaço na trave do Sané em cruzamento do Sterling. O time da casa não via a bola e os nossos jogadores queriam mesmo, de verdade, abrir o marcador e conseguiram graças ao lançamento de Kompany para o Gabriel Jesus que ganhou na corrida e marcou de canhota. O brasileiro teve uma grande quantidade de chances para marcar mais depois, não pode perder tanto gol assim, o mesmo vale para o Sterling. O segundo gol foi marcado em cobrança de pênalti sofrido por Sterling e convertido por Gundogan.

Não foi pênalti, o choque do Sterling com o Lloris foi fora da área, eu, no primeiro replay, achei que tivesse realmente sido dentro da área, assim como o narrador Paulo Andrade, só após os replays seguintes deu para perceber que o lance aconteceu fora da área. Isso é engraçado porque na sexta feira a Premier League avisou que continuará mais uma temporada de teste antes de adotar ou não o VAR, tivesse hoje acredito que o juiz voltaria atrás. Na nota que a Premier League emitiu não há os clubes que votaram a favor ou contra, seria legal saber isso, inclusive se o Tottenham reclamará ou não no pós jogo.

Pena que após o segundo gol bateu aquela sensação de Deja Vú com o City deixando o Tottenham crescer no jogo e achar um gol fortuito num bate, rebate que a bola bateu no joelho do Eriksen e entrou. O Ederson mais uma vez não fez uma defesa no primeiro tempo. Só que um gol desse coloca o autor de volta no jogo e a pressão em cima da gente cresce muito. Foi o que aconteceu na rodada passada, mas nessa conseguimos impedir a virada, apesar do Sterling e Gabriel adicionarem uma dose de tensão ao jogo.

A primeira chance que o Sterling perdeu já me deixou bem nervoso, lance que ele deixou o defensor o bloqueá-lo e depois quando ele cortou o goleiro e mesmo assim não conseguiu tirar da zaga com a bola indo para escanteio, xinguei bastante e com vontade nessa jogada. A sorte dele e nossa que na cobrança desse córner, Gabriel teve o chute defendido parcialmente por Lloris e no rebote o Sterling quase fura a rede do gol de Wembley.

Do gol aos momentos finais, o City ganhou o contra ataque do Tottenham, mas não fez mais nenhum. Teve uma chance que o De Bruyne armou para o Sterling, ele fez a jogada de costas e com apenas um toque, o inglês ganhou no primeiro momento do zagueiro, mas o campeão se recuperou para desviar a bola para escanteio, desse vez o Sterling não foi culpado.

Ederson teve que defender um chute do Lucas que a bola fez umas curvas fortes, mas fora isso, ele ficou tranquilo os noventa minutos.

O título pode vir amanhã se o United der uma entregada monstra, mas assim como o Pep, eu não perderei tempo vendo o jogo. O treinador estará jogando golf, com certeza não será isso que farei.

Pouco mais de uma semana para gritar é campeão. Essa será uma semana de descanso e recuperação depois de um período turbulento.

Só mais um passo!

Informações da partida:

sexta-feira, 13 de abril de 2018

EPL # 34 - Tottenham Vs Man City

Nesse final de semana o Manchester City fará um jogo para se recuperar após três derrotas em sequência, mas não terá um cachorro morto pela frente, jogará contra o Tottenham em Wembley no sábado às 15:45, horário de Brasília, com transmissão dos canais ESPN.

Acho que a primeira coisa a se destacar é o horário da partida que aqui no Brasil acontece quando parte do país está em horário de verão e o hemisfério norte não. Para mim é a pior época do ano, além de estar um calor infernal, todos os jogos de todos os esportes no exterior começam mais tarde por essas bandas, seja campeonatos europeus de futebol, NBA, MLB, NFL, só ajuda na Liga dos Campeões por esse torneio ter jogos apenas no meio de semana e fica mais fácil assistir.

A segunda é: é melhor, nesse momento, enfrentar um time fraco em casa ou um time do nível do Tottenham fora? Eu ficaria com a segunda opção porque vencer um Swansea no Etihad, jogo que acontecerá na próxima rodada, não trará alívio porque é nossa obrigação, mas vencer um time que luta por classificação à próxima Liga dos Campeões mostrará que o City se recuperou do baque.

Há a possibilidade remotíssima do título acontecer nessa rodada, mas não no jogo de sábado porque a combinação que precisaria acontecer seria a nossa vitória e a derrota do United no domingo para o lanterna West Bromwich em Old Trafford, nem um empate deles serviria. Então o foco é a próxima partida que acontecerá em casa no próximo domingo.

Na partida de amanhã teremos muitos problemas físicos e a suspensão do Fernandinho por dois jogos. Além do brasileiro estão fora do jogo Stones, Mendy e Aguero, no caso do francês se chegou a especular que ele poderia estar pronto para o Derby isso não aconteceu, a previsão inicial, no entanto, era para a época das semi da Liga dos Campeões, são mais duas semanas até lá, veremos como a situação dele evolui.

O grande problema será sem dúvida a ausência do Aguero, que ainda não é certeza que voltará para o confronto contra o Swansea. Ele teve um problema no joelho, ficou de fora de algumas partidas, voltou contra o United e sofreu uma entrada criminosa do Ashley Young que parece ter piorada a situação. Foi para o jogo contra o Liverpool inteiramente no sacrifício e jogou só os minutos finais, com o campeonato muito perto de se decidir e uma Copa do Mundo logo ali, ele e o treinador devem ter se entendido para o Aguero não ser usado até estar 100%.

Guardiola na entrevista mencionou que está com apenas 14 jogadores disponíveis para a partida, mais o pessoal da base, não sei quem ele desconsiderou ou se tem mais alguém fora do jogo, mas na minha conta temos 16 jogadores "adultos", isso inclui o Zinchenko que está integrado ao elenco totalmente, e o Yaya Touré que tem jogo no banco e outro fora. Quem eu acho que pode ter uma chance nos próximos jogos com a ausência do Aguero é o Luka Nmecha que já ficou num banco nesse período que o argentino não jogou, o City não tem um outro atacante, pode usar o Sterling, Bernardo Silva, mas, caso Gabriel Jesus fique de fora de alguma partida, não há um atacante de carteira assinada no elenco profissional.

Desde que Guardiola assumiu o comando do time, esses clubes já se enfrentaram três vezes, uma vitória para cada e um empate, o próximo jogo é a chance de um dos treinadores sair por cima. Se o City vencer por dois ou mais gols de diferença, conseguirá zerar o saldo de gols ou até passar o time de Londres.

O jogador do elenco atual do City com mais gols no confronto é Aguero, mas ele está fora e o segundo está em Roma (Edin Dzeko), sobrou então para Kevin De Bruyne o "fardo" de ter mais gols contra o Tottenham. O nível do nosso belga caiu nas últimas semanas, um jogador que era apontado para ser um dos três melhores do mundo pode acabar perdendo o posto de melhor da Premier League para o Mohamed Salah, ele precisará dar uma resposta no campo, começar contra o Tottenham não seria nada mal.

O negócio é nos recuperar amanhã para chegar no domingo que vem com possibilidade de gritar "É campeão!" sem depender de ninguém.

Atualização: Mendy em campo na partida do time EDS contra o United pela Premier League 2, o jogo começará às 15 horas. Lukas Nmecha não está entre os 18 relacionados, deve estar com o time principal, assim como Adarabioyo, Foden e Diaz.

Man City Vs Tottenham (desde 1992):



Jogadores suspensos: Fernandinho ( contra Tottenham e Swansea).

Jogadores pendurados: não há.

Juiz da partida: Jonathan Moss. São 18 partidas do Man City apitadas por ele e tem um confronto entre City e Spurs no histórico, uma vitória nossa por 4-1. Boas lembranças.